10 dicas para que as crianças leiam

Como incentivar as crianças na leitura

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

A idade ideal para o aprendizado da leitura-escrita é em torno dos 6 anos, mas os primeiros contatos geralmente são na etapa infantil, a partir dos 3, 4 e 5 anos de idade, ainda que seja evidente que nem todas as crianças progridem em ritmos iguais nem na mesma maturidade mental e umas demorarão mais do que outras em aprender.

Se uma criança não gosta de ler, ela não lerá e terá problemas no seu aprendizado posterior. Por isso, é tão importante inculcar o hábito a leitura desde pequenos, começando em casa. 

Por que existem crianças que não gostam de ler

10-dicas-para-que-as-crianças-leiam A

Saber ler e compreender o que se lê é imprescindível para adquirir conhecimentos e obter o máximo de rendimento escolar. A primeira coisa será descartar que tenham algum problema de visão ou alguma dificuldade que a impeça: 

- Experiências negativas, como impor a leitura como uma obrigação ou um castigo. 

- Não entender o que lêem. 

- Leituras entediantes e não adequadas para a sua idade. 

- Passar muito tempo diante dos videogames e da televisão. 

Conselhos para que as crianças leiam 

1. Dar exemplo. Se a criança nos vê lendo e associam nossos momentos de leitura a momentos tranquilos e de diversão será muito mais fácil que nos imitem. 

2. Ler com as crianças em voz alta, acostumarmos a ler um conto na hora de dormir será para elas um momento muito agradável. Elas verão que têm toda nossa atenção e com certeza terminarão gostando, pois será um momento mágico e se criará um vínculo emocional entre pais e filhos muito benéfico. 

3. Escolher contos que eles gostem. Se os nossos filhos mostram interesse pelo mundo dos dragões, dos monstros, das princesas, ou carros ou animais, a gente deve escolher esses temas e sempre com linguagem apropriada à sua idade. 

4. Representar e dar vozes aos personagens dos contos, criar histórias em que as crianças e seus amiguinhos sejam os protagonistas. Fazer pequenos teatros, inventar finais diferentes para um mesmo conto são idéias que nos ajudarão a manter o seu interesse, estimular sua criatividade e faremos com que se divirtam e que saibam improvisar. 

5. Comentar com as crianças o que tivermos lido será fundamental para a compreensão da leitura. 

6. Levar as crianças às livrarias e que sejam elas mesmas quem escolham seus contos segundo seus interesses.

7. Ir com as crianças a bibliotecas. Ali existem áreas adaptadas para leitura e em algumas existem atividades infantis que a criança irá compartilhar com outras as experiências. E ainda poderão levar livros para ler em casa.

8. Animá-los a escrever

9. Comprar revistas em quadrinhos e assinar leituras para as crianças. 

10. Presentear contos aos seus amigos escolhidos por elas mesmas. 

As crianças devem compreender que a leitura é para desfrutar, que os livros nos podem transportar a mundos fantásticos e isso faz com que nossa imaginação voe, ainda que estejamos entre quatro paredes porque nos ensinam, nos divertem e nos entretém, e pouco a pouco irão descobrindo sua magia. Uma criança não será um bom leitor até que seja capaz de entender o que lê. 

A poesia infantil também é um recurso maravilhoso para que as crianças se divirtam lendo. 

Para terminar eu deixo uma frase de Jostein Gaarder (1952), escritor norueguês: ‘Quando lemos, a gente cria nossas próprias imagens e associações. O livro vive dentro da gente e se reinventa em nós na medida em que vamos lendo’. 

Marisa Alonso Santamaría

Poetisa