A importância de ler para o bebê durante a gravidez

Benefícios e estímulos da leitura para o bebê antes de nascer

Vilma Medina

Vilma Medina

Cada vez mais mulheres estão conscientes da intensa conexão que sentem com o seu bebê durante a gravidez. Porque você sabe que o seu bebê já é um bebê muito antes do parto. Antes de tê-lo nos braços você já pode se sentir unido a ele por um vínculo muito especial. O bebê pode notar qualquer alteração no ânimo da sua mamãe, se está feliz, se tem medo, se ela vive tranquila ou angustiada. 

O bebê é capaz de sentir tantas coisas antes de nascer, e por isso os especialistas recomendam falar ao bebê durante a gravidez, acariciar a barriga com abraços e carícias, colocar uma música relaxante e inclusive ler alguns contos quando ainda está na barriga. Descubra a importância de ler para o bebê durante a gravidez. 

Benefícios de ler para o bebê na gravidez

a-importância-de-ler-para-o-bebê-gravidez A 

O seu bebê necessita da sua atenção muito antes de nascer. Durante a gravidez pode estimular o seu desenvolvimento tocando-o na barriga, falando com ele com suavidade, chamando-o pelo seu nome, colocando uma música tranquila e lendo para ele histórias para desenvolver os seus sentidos e promover a conexão entre os dois. Nessa tarefa o papai também pode participar. 

A leitura durante a gravidez é a técnica menos conhecida de todas que você pode praticar para cuidar do seu bebê ainda no seu ventre. No entanto, as vantagens de ler para o seu bebê são muitas. Aumentar o seu vocabulário, facilitar o seu aprendizado no futuro e um desenvolvimento intelectual mais precoce são alguns dos benefícios da leitura na gravidez. 

Mas, ainda tem mais. O bebê poderá reconhecer mais facilmente as vozes do pai e da mãe e se sentirá mais seguro e protegido no seu desenvolvimento. Com a leitura, o bebê aprenderá a distinguir diferentes modulações da voz de acordo com a situação, o que será muito útil nos seus primeiros meses de vida para tranquilizá-lo como para estimulá-lo. 

Como ler para o bebê na gravidez 

A futura mamãe às vezes se pergunta que leitura é a ideal durante a gravidez. O certo é que tanto os contos infantis como as leituras preferidas do adulto contribuem com benefícios. O importante é que a mãe transmita durante a sua leitura uma sensação de bem estar, de proteção e carinho ao bebê. O bebê saberá reconhecê-lo. 

O mais apropriado é praticar essa técnica da leitura de forma rotineira durante toda a gravidez. Meia hora por dia será suficiente para que o bebê reconheça a voz e se o fizer sempre na mesma hora, a conexão entre os dois será imediata. No seu interior o seu bebê saberá que se aproxima esse momento especial e íntimo somente para vocês dois. 

E não se pode esquecer que, além de todos os benefícios em ler para o seu bebê durante a gravidez, existem muitas possibilidades de que no futuro ele venha a ser um grande leitor. Você já imaginou a emoção de transmitir ao seu bebê esses momentos preciosos? Além disso, estará nascendo uma linda história de amor, amizade e solidariedade. 

Laura Vélez

Colaboradora de Guiainfantil.com

O vínculo afetivo do bebê, mais do que um Direito

O vínculo afetivo do bebê, mais do que um Direito

O afeto, o carinho e a segurança moral e material são fundamentais para o desenvolvimento emocional, social e intelectual das crianças. Desde o seu nascimento, o vínculo afetivo que os pais estabelecem com o seu bebê é tão importante que está contemplado como um direito fundamental na Declaração dos Direitos da Criança, que todo 20 de novembro celebra o seu aniversário.

Abrace e beije o seu bebê. É mais que saudável

Abrace e beije o seu bebê. É mais que saudável

Quando carrego meu bebê nos braços para niná-lo, cantar para ele, alimentá-lo e olhar para ele com ternura ou beijá-lo eu me sinto tão bem... Por isso não é de se estranhar que de todas essas demonstrações de amor e afeto saia algo de positivo e benéfico também para ele.

A comunicação e o vínculo do papai com o seu bebê

A comunicação e o vínculo do papai com o seu bebê

Estou convencida de que a linguagem que os pais têm com os bebês não é a mesma que as mamães têm com seus pequenos. É como se falassem outro idioma entre eles. O vínculo da mãe com o seu filho é criado com o pequeno ainda quando está no seu ventre. O vínculo que o pai estabelece com seu filho é mais tardio. Nem sempre se consegue quando o bebê nasce. Existem pais que demoram meses para se conectar completamente com seu filho.

Como a família desunida influencia no futuro emocional do bebê

Como a família desunida influencia no futuro emocional do bebê

‘Diga-me em que família você foi criado... E te direi como gerencia suas emoções’. É o que vem a dizer um estudo feito na Finlândia com quase uma centena de bebês. O objetivo desse estudo era determinar como reagem às emoções, as crianças, dependendo da família em que foram criadas no seu primeiro ano de vida.

O melhor momento do dia com o meu bebê

O melhor momento do dia com o meu bebê

Eu já não posso carregar minha filha nos braços, nem dar-lhe mamadeira, e tão pouco dar-lhe banho como eu o fazia quando ela era um bebezinho lindo. Os anos passam, mas ainda eu me lembro como se fosse ontem, da sensação reconfortante que eu sentia ao niná-la nos meus braços e envolvê-la com o calor do meu peito.

0 comentarios