Decálogo para ser um bom pai

10 conselhos e dicas para ser o melhor papai do mundo para o seu filho

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Ser pai é uma grande responsabilidade, implica em tornar-se responsável pelo cuidado, educação e atenção de um filho desde o momento do seu nascimento. Se ser pai é difícil, ser um bom pai é uma tarefa diária e constante que pode trazer complicações. No entanto, se tivermos uma preocupação e interesse diário de fazer o melhor possível, já ganhamos a metade da batalha, mesmo que venhamos a errar em algum momento. 

10 ideias para ser um bom pai

Como ser um bom pai para o filho 

Para ser um bom pai nao existe uma receita nem um segredo. Acreditamos que para ser um bom pai é necessário seguir algumas dicas que podem ajudar aos papais a seguir, na hora de ter um filho:

1 – Estar presente na educação e cuidados da criança desde o primeiro momento é fundamental. Não é necessário ter todo o tempo do mundo, mas sim dedicar um tempo de qualidade desde o nascimento. 

2 – Educar com limites. A educação permissiva, onde a criança impõe sua vontade é tão prejudicial numa relação em que o pai exerce excessivo autoritarismo. Todos os especialistas concordam que colocar limites na educação da criança é básico para uma boa educação.

3 – Oferecer à criança um ambiente saudável para que cresça feliz e sadio. Os pais têm a responsabilidade de criar um ambiente onde seus filhos possam se desenvolver, crescer, descobrir, brincar e aprender.

4 – Evitar o castigo físico sobre as crianças, nem o grito constante na educação, pois longe de surtir o efeito desejado, só afeta a autoestima da criança, e o seu comportamento futuro pode ser agressivo. 

5 – Educar as crianças com o exemplo. É fundamental que o pai exerça a paternidade dando exemplo e coerência na educação da criança com seus próprios atos. Não podemos dizer para uma criança ter paciência quando nós mesmos a perdemos em seguida.

6 – Amar a criança é fundamental, mas ainda mais importante é fazê-la perceber. A criança deve estar consciente desse carinho e perceber o amor que o pai sente por ela. Abraçar, beijar e expressar nosso amor, é uma boa maneira de consegui-lo. 

7 – Desfrutar do tempo livre com as crianças. Os pais podem aproveitar para passar bons momentos, sorrir, desfrutar da natureza, praticar esportes juntos, assistir um filme em família, dar um passeio pelo parque...

8 – Estar consciente que os pais têm muitas coisas para ensinar aos filhos, mas também devem estar abertos para aprenderem com eles.

9 – Ensiná-la a distinguir o que é bom e o que é ruim, educá-las em valores e tentar que sejam boas pessoas. 

10 – Fazer os filhos entenderem que sempre podem contar com eles, que possam contar seus medos ou preocupações. Incentivar a confiança e o diálogo em família. 

Alba Caraballo 
Editora de GuiaInfantil.com