Que coisas os filhos herdam dos seus pais

As crianças também herdam a personalidade dos seus pais?

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Parece que quando um novo ser vem ao mundo tem o destino de ser melhor que seus pais geneticamente e talvez seja assim. A evolução humana tem que melhorar pouco a pouco da mesma forma que todas as espécies de seres vivos do nosso planeta. Uma criança herda a metade do seu DNA de cada um dos seus pais, por isso cada um dos pais passa a metade do seu DNA a cada filho que tem.

Traços físicos e psicológicos que se transmitem dos pais para os filhos

que-coisas-os-filhos-herdam-dos-pais A

Isso é possível graças à fertilização sexual que combina o DNA do pai e da mãe (o espermatozóide e o óvulo contêm somente a metade da informação genética de cada progenitor). Por este motivo existem famílias que mantêm certa identidade genética, mas também é possível que uma criança seja geneticamente diferente dos seus pais, dos seus avós ou dos seus irmãos. Somente os gêmeos idênticos terão exatamente o mesmo DNA, mas a personalidade e a forma de ser nunca será idêntica. 

Alguns traços herdados se transmitem somente através da mãe ou através do pai. Outros se transmitem dependendo de quais traços sejam mais fortes nos pais como os traços dominantes ou simplesmente algo que seja mais frequente dentro da família. Inclusive o DNA pode determinar transtornos genéticos. Mas, no DNA se podem herdar outras muitas coisas que vale a pena mencionar. 

A personalidade também se herda? 

Alguma vez você já se viu refletido na ‘cabeça dura’ do seu filho? Já viu como o seu filho fala com os mesmos gestos que você? Alguns traços da personalidade parecem ter uma base genética, mas vários genes são os que contribuem com isso, e isso não é a única coisa que colabora nisso. O meio em que a criança vive tem muito a ver com a personalidade. A genética é a que predispõe uma pessoa ser de uma forma ou de outra, mas o meio é o que realmente ajudará com que uma pessoa seja realmente de um jeito e não de outro. 

Se o seu filho tem tendência genética com certos traços da personalidade, elas poderiam se desenvolver somente se as condições do meio juntamente com os genes fizerem com que se produza dessa maneira. Por exemplo, se o seu filho tem tendência à depressão ou ao gênio ruim e vive em um lar cheio de tensões e de tristeza, o mais provável é que tenha uma forma de ser onde a depressão e a tristeza predominem. Por outro lado, se o essa criança vive em um meio onde o otimismo lhe faz ter confiança em si mesma, então sua personalidade poderá se desenvolver por outros caminhos menos tristes. 

Uma criança poderá ser o que vê em casa, e o exemplo que os pais tenham em casa será o que realmente marque se o comportamento e o seu estilo de vida, ainda que tenha tendência a ser de uma forma ou de outra. 

María José Roldán

Psicopedagoga

Mestre em Educação Especial (Pedagogia Terapêutica)