O inchaço durante a gravidez

Os primeiros sinais de inchaço na gestante

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Os sintomas do inchaço durante a gravidez são evidentes. A sensação de peso e dor nas pernas, o incômodo que resulta em usar alguns sapatos ou anéis nos dedos e a distensão do abdômen são alguns sinais de que a grávida está inchando. O inchaço durante a gravidez, que aparece especialmente nas partes inferiores do corpo, ou seja, nos pés, tornozelos e pernas, pode ser um dos incômodos mais comuns nas gestantes, principalmente quando se encontram entre o terceiro e quarto mês de gestação. 

Além dos pés, tornozelos e pernas, a gestante pode apresentar inchaço também nas extremidades, como nos dedos, mãos, braços, como também no rosto, ainda que na maioria dos casos se limita a incômodos com os quais não existe razões para se preocupar. 

Causas mais comuns do inchaço na gravidez 

• Retenção de líquido. A gestante pode reter mais líquidos que se diluem quando se mesclam no sangue. 

• Aumento do sangue circulante devido à água. O sangue sai do coração, segue para as pernas e os pés, e na hora de voltar à parte superior do corpo, encontra-se com mais resistência, o que causa mais pressão e faz com que a água do sangue flua pelas paredes das veias. 

• Compressão da região pélvica. O desenvolvimento e crescimento do feto podem comprimir mais a região pélvica. 

• Gravidez múltipla. O útero ganha mais peso, o que provavelmente altera a circulação sanguínea. 

• Elevadas temperaturas. 

• Excesso de peso na mulher durante a gravidez. 

Prevenção e tratamento do inchaço na gravidez

As gestantes que levam uma vida mais saudável, ou seja, que se alimentam corretamente, praticam atividades físicas, não fumam, e não ganham muito peso, terão menos possibilidades de inchaço durante a gravidez. Segundo os especialistas, as mulheres que engravidam por métodos artificiais também têm mais probabilidades de inchaço. Isso ocorre devido ao uso e manejo dos hormônios. Os níveis de progesterona e de estradiol chegam a alcançar um nível dez vezes maior do que o normal. 

Aliviar os incômodos causados pelo inchaço 

Os incômodos que causam o inchaço na gestante podem ser aliviados com algumas dicas: 

• Mudança na alimentação. Diminuir a quantidade de sal na preparação das refeições. Condimentos como o alho ou o limão são mais benéficos para o organismo. É aconselhável comer mais frutas e verduras, cereais, e evitar gorduras. 

• NÃO ao sedentarismo. Os médicos recomendam que, para melhorar a circulação, as gestantes procurem por aulas de hidroginástica, pelo menos duas vezes por semana. Também é recomendável que caminhem de meia hora a uma hora por dia, ou pratiquem yoga, Pilates, que ajudam a mulher a se alongar. 

• Uso de meias elásticas de media pressão. Devem ser usadas durante todo o dia, de manhã até o final da tarde. 

• Conservar as pernas para cima durante um momento, Nos dias de mais calor, principalmente quando a mulher fica por muito tempo sentada ou de pé durante o dia, é conveniente que à noite, ao se deitar, fique mais ou menos uma hora com as pernas para cima. Uma almofada debaixo das pernas também ajuda. Ela notará que sua circulação estará melhor. 

• Alguns médicos recomendam que as mulheres façam drenagem linfática, desde que façam com um profissional habilitado. Essas massagens estão indicadas para estimular a circulação. 

• Sentar-se num lugar onde se possam elevar os pés. É recomendável não cruzar as pernas enquanto a mulher estiver sentada. Também deve evitar ficar parada ou sentada com os pés no chão por um período prolongado. 

• Não se esquentar. A mulher deve se manter a uma temperatura cômoda, evitar roupas justas ou apertadas. Não deve caminhar nos dias de mais calor.

• Não deve se automedicar para reduzir o inchaço. Antes de tudo deve consultar o médico. 

Quando o inchaço na gestante é um problema sério 

Se a mulher apresentar um inchaço anormal, um aumento de peso muito grande, formigamento nas mãos, limitações nos movimentos dos dedos, assim como dores de cabeça na região da nuca, pode indicar que tem um problema que requer mais atenção e cuidado. Nesse caso deverá procurar o médico o quanto antes, porque pode estar sofrendo de pressão alta ou de algum problema renal. Existem casos de inchaço depois do nascimento do bebê. O sangue que a mulher compartilhava com a placenta volta para ela. O inchaço pode deixar rastros. Pode aumentar a incidência de varizes e de hemorroidas, mas com uma dieta equilibrada e com o aleitamento materno, os incômodos diminuirão até que desapareçam.