A alergia das crianças ao níquel

Sintomas e tratamento da alergia infantil ao metal níquel

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

A alergia ao níquel é uma reação do contato, ingestão ou inalação da dita substância. A alergia ao níquel se classifica dentro das alergias aos metais e é a mais comum nesse tipo de alergias. 

Cada vez são mais frequentes os casos de alergia ao níquel, também entre crianças, ainda que cabe destacar que é uma alergia mais frequente em mulheres do que em homens. 

Sintomas da alergia ao níquel em crianças

a-alergia-das-crianças-ao-níquel A 

A alergia ao níquel produz uma inflamação das células linfáticas e causa erupções, brotoejas, ou bolhas na região em que tenha tido contato com o metal (anéis, brincos, pulseiras, relógios, moedas, fivelas de cintos, etc.), algo que é muito incômodo nas crianças, já que não toleram muito bem a coceira produzida. Ainda que por alguns momentos pareça ter desaparecido é uma alergia crônica, mas com fases de maior ou menor tolerância. 

A reação alérgica não aparece de forma imediata. Vai depender da exposição ao níquel durante um tempo variável, de acordo com o grau da alergia e a erupção demora em aparece entre 24 e 48 horas depois da exposição. 

Mas, o níquel não apenas está presente nos produtos metálicos, mas também é encontrado nos alimentos que nossos filhos, se forem alérgicos, deveriam evitar, como o chocolate, chá, pão integral, mexilhões, camarão, espinafre, feijão branco ou vagem, lentilhas, alho poró, alface e até mesmo a tão saudável soja. 

Prevenção e tratamento das crianças alérgicas ao níquel 

São muitos os casos que acontecem todos os dias. Nos últimos dez anos o número de pessoas, especialmente crianças, alérgicas ao níquel cresceu entre 17 e 25%. 

Uma vez produzida a inflamação ela poderá ser tratada com corticóides aplicados na região. Pode-se utilizar também um creme rico em aloe vera. Antes de administrar à criança o creme para aliviar as coceiras produzidas pela alergia ao níquel é conveniente lavar muito bem a área com algum sabão hipoalergênico ou antibacteriano. Se os sintomas se agravarem o médico poderá receitar algum anti-histamínico

A melhor opção para prevenir a alergia ao níquel, no entanto, é não tendo contato com metais, já que o níquel está presente na maioria das ligas presentes em dispositivos eletrônicos, bijuterias, moedas, chaves, broches ou botões das roupas. Portanto, os pais que têm crianças com alergia ao níquel devem ter cuidado na hora de escolher roupas ou brinquedos para as crianças e no caso de aparecer alguma reação procurar logo um alergologista para fazer os exames da alergia. 

Por último, caso tenha decidido utilizar algum aparelho ortodôntico no seu filho e ele for alérgico ao níquel, você deveria comentar com o dentista, já que é um material muito presente nesses tipos de aparelhos, ainda que ultimamente estejam incorporando materiais alternativos como a cerâmica, aço inoxidável ou o titânio.

Diego Fernández

Redator de Guiainfantil.com