Riscos da anestesia em crianças

Possíveis complicações ao aplicar anestesia em crianças

Vilma Medina

Vilma Medina

Atualmente, as complicações dos procedimentos anestésicos em crianças são excepcionais, ainda que em pediatria todo procedimento e todo tratamento têm seus riscos. 

Isso de perder a consciência ou a sensibilidade à dor pode gerar medos e temores, muitas vezes infundados, que por sua vez dão lugar à angústia nos pais que é inclusive maior que a que poderia representar a própria cirurgia ou o procedimento que se vai realizar. É normal que tenhamos dúvidas, por isso, na maioria dos hospitais existem consultas de pré-anestesia, onde se avalia de forma individual o risco de cada procedimento anestésico, e onde devemos formular todas as perguntas que tenhamos ao especialista em anestesiologia e reanimação. 

Complicações da anestesia em crianças

riscos-da-anestesia-em-crianças A

1. As possíveis complicações da anestesia local ou loco-regional troncular são excepcionais:

- Infecção na região da punção é rara. 

- Intumescimento persistente da região anestesiada é excepcional.  

- Debilidade muscular persistente da região anestesiada, também é excepcional. 

- Dor contínua persistente da região anestesiada é excepcional. 

- Convulsões são excepcionais. 

2. As possíveis complicações da anestesia neuroaxial (epidural ou espinhal) são as seguintes: 

- Dor de cabeça ou nas costas. Transitória e relativamente frequente. 

- Náuseas ou vómitos, relativamente frequente.

- Hipotensão arterial, relativamente frequente. 

- Sensação transitória de coceira ou frio na região da coluna, relativamente frequente. 

- Sensação persistente de tontura ou instabilidade transitória, é rara. 

- Infecção na região da punção, rara. 

- Zumbido nos ouvidos, também raro. 

- Convulsões, excepcional.

- Intumescimento que se estende até a parte superior do corpo, o que provoca a necessidade de intubação, excepcional. 

- Dor contínua persistente na região anestesiada, excepcional.

Existem casos isolados descritos de lesões permanentes na medula espinhal e inclusive falecimentos por esse tipo de anestesia. 

Possíveis complicações da anestesia geral em crianças 

No caso de anestesia geral, as possíveis complicações são: 

- Dor de garganta, pigarro, lesões na boca ou nos dentes devido ao procedimento de intubação, em caso de necessidade, relativamente frequente. 

- Sonolência, confusão ou nervosismo ao despertar, relativamente frequente. 

- Náuseas ou vômitos ao despertar, relativamente frequente.

- A ação de apertar os dentes ao despertar é relativamente frequente, o que poderia causar danos aos dentes, na boca ou no esmalte dos dentes, ainda que esse tipo de complicação seja raro.  

- Dificuldade para respirar ao despertar, raro. 

- Broncoaspiração que dá lugar à pneumonia, raro. 

- De forma excepcional, problemas cardíacos, acidentes cerebrovasculares ou outras complicações que colocariam em risco a vida. 

Estas são listas de possíveis complicações. Se lermos com atenção aos prospectos do paracetamol ou do ibuprofeno, provavelmente também nos causariam certo pânico em tomar esses medicamentos, mas como é algo habitual que vemos com frequência, o receio é menor. Quanto à anestesia é normal gerar maior ansiedade e ainda que seja compreensível, não existe motivo real para isso. O melhor para não nos preocuparmos é ocuparmos primeiro em estar bem informados para que não fique nenhuma dúvida durante a consulta pré-anestesia. 

Roi Piñeiro Pérez

Pediatra

Cirurgia plástica em crianças

Cirurgia plástica em crianças

Devido as novas técnicas utilizadas em cirurgias plásticas, cada dia menos invasivas, a procura de pais por orientação sobre cirurgias plásticas em suas crianças tem crescido a cada dia.

Diagnóstico e tratamento do câncer infantil

Diagnóstico e tratamento do câncer infantil

Câncer infantil. Diagnóstico e tratamento do câncer nas crianças. Quando detectado em sua fase inicial, o câncer infantil tem um bom prognóstico de cura. Quando é detectado na fase inicial, o tratamento da doença se torna mais efetivo, aumentando assim as possibilidades de cura das crianças.

Crianças hospitalizadas

Crianças hospitalizadas

Se uma criança tem que estar bastante tempo internado em um hospital, ela necessitará de cuidados e de carinho. Tanto as enfermeiras como todo o pessoal médico buscam fazer o possível para que as crianças se sintam à vontade.

A criança após a hospitalização

A criança após a hospitalização

Quando a criança volta para casa após ter estado muitos dias internada no hospital, representa uma alegria para todos. Mas, lidar com esta situação também requer trabalho e paciência. É normal que o caráter e o humor do seu filho sejam alterados.

Fimose em crianças. Quando é necessário operar

Fimose em crianças. Quando é necessário operar

Muitas mães com filhos varões já fizeram essa pergunta alguma vez. A primeira dúvida é se o seu filho tem fimose. A seguinte é se ele vai necessitar de uma cirurgia.

0 comentarios