Os bebês com cabeça grande são mais inteligentes

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Até agora quando chamavam uma criança de ‘cabeçuda’ era uma piada de mau gosto. No entanto, a partir de agora ser uma criança com cabeça grande lhes encherá de orgulho. A razão? Ter a cabeça grande pode ser sinal de inteligência

Os cientistas descobrem que o tamanho da cabeça está relacionado com a inteligência

os-bebês-com-cabeça-grande A 

Quanto maior for a cabeça de um bebê mais inteligente ele é. Parece controverso, e muitos teriam dúvida, mas é um dado comprovado por alguns cientistas da Universidade de Edimburgo. 

Para chegar a essa conclusão, os cientistas tiveram que levar em conta vários fatores: genes, o quociente intelectual e a saúde do bebê e analisaram a relação entre todos eles. Descobriu-se que as habilidades cognitivas da criança respondiam a uma grande influência genética, e que também estavam relacionadas com o tamanho da cabeça. 

A genética influencia tanto na forma do corpo como no tamanho do cérebro. O diretor do estudo, Ian Deary, assegura que quanto maior a cabeça, maior a inteligência. Para chegar a essa conclusão foram analisados mais de 100.000 britânicos, já adultos, com idades compreendidas entre os 37 e os 73 anos. Foram feitas análises completas para comprovar seu estado de saúde; foi estudado seu componente genético e foi perguntado a eles pelo seu estilo de vida. Foram analisados os dados de todas essas pessoas guardados desde quando eram bebês relacionados com o seu perímetro cefálico. As conclusões que chegaram foram essas:

- Os bebês que nascem com a cabeça maior são mais propensos a obter um título universitário.

- Os bebês que nasceram com cabeça maior têm uma pontuação mais alta em raciocínio verbal e numérico. 

- Os bebês que, além disso, gozaram de boa saúde, mostravam uns índices mais altos de quociente intelectual

A pergunta é... O que se entende por bebê cabeçudo? O perímetro normal de circunferência craniana é de 36 cm em meninos e 35 cm em meninas. Quem superar essa média está de parabéns... Se ele souber utilizar bem o seu cérebro chegará a ser mais inteligente do que o restante. 

Estefanía Esteban

Redatora de GuiaInfantil.com