As crianças podem colorir seus cabelos?

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Nos anos 80 era muito normal ver jovens e adolescentes com o cabelo pintado de diversas e atrevidas cores. O objetivo era romper as normas e chamar a atenção. Hoje, mais de 30 anos depois, são as crianças que pedem uma mudança de look radical. Cada vez vemos crianças pequenas com cortes de cabelo impossíveis de pentear (ao estilo dos seus ídolos) e inclusive cores incríveis e até piercings.  

Existe algum risco físico? E psicológico? 

O caso da ‘menina unicórnio’, do cabelo pintado de cores

as-crianças-podem-colorir-seus-cabelos A 

A filha de Mary Thomaston (Florida, EUA) tem se tornado famosa. A razão? A cor do seu cabelo, uma atrevida mescla de tons berrantes. Ou como diz a própria Mary: ‘ao estilo de um unicórnio’. A pequena Lyra, de apenas 6 anos exibe feliz sua melena, uma mistura de verde-água e pequenos detalhes de cor fúcsia e amarelo. Sua mãe é estilista e a pequena a viu tingir o cabelo de muitas clientes... Lyra já pedia à sua mãe para pintar os cabelos há anos, e Mary resistiu até que a pequena lhe propôs: ‘se eu for para a escola, você pinta?’. E assim o fez. 

Evidentemente, Mary não utilizou produtos químicos nem descoloriu o cabelo da pequena, já que é um processo muito agressivo. A menina, por ser loira, só teve que colocar uma tinta natural não permanente. A tintura, por ser temporal, sai com a lavagem.  

Pintar o cabelo para uma criança é como uma brincadeira 

Parece que se antes pintar as unhas ou os lábios já era uma conquista para as meninas, agora vão mais além... Não estarão começando a exceder muito os limites? Muitas pessoas se perguntam: ‘por que querem ser adultos antes do tempo?’. 

Para uma criança, comenta a mãe da pequena do cabelo ‘unicórnio’, mudar a cor do cabelo é como uma brincadeira. Por que não deixar-lhes brincar com as cores? No entanto, muitas outras pessoas pensam que não é apenas uma brincadeira, mas uma ‘liberdade’ perigosa a direitos que antes estavam destinados à idade adulta.  

Quanto ao tema da saúde, os dermatologistas recomendam não utilizar tinturas permanentes nem descolorir o cabelo das crianças antes dos 16 anos. No entanto, é claro que podem utilizar sem problemas as tinturas temporais (e certificadas) de origem vegetal. 

Estefanía Esteban

Redatora de GuiaInfantil.com