Ninguém nem nada substituem o pai e a mãe

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Quando o bebê chora no berço durante as noites, não é porque deseja chatear ou interromper o sono dos pais. Seja qual for o motivo, fome, medo ou doença, o bebê chora porque essa é a sua forma de reclamar a presença do seu papai ou mamãe. Os bebês necessitam da atenção dos seus pais e não somente para mamar ou para darem mamadeira ou chupeta, ou para levarem ao médico. Vocês me entendem, não? 

Os pais devem estar com os seus filhos

ninguém-nem-nada-substituem-pais A

Eu pergunto se me entendem porque o que quero dizer com isso é que, o toque demonstra carinho, afago, acolhimento. E eu acrescentaria que o toque também constrói o apego e o vínculo familiar. Ter filhos requer muitas responsabilidades e compromissos que vão muito mais além de simples decisões e soluções. Posso ser uma mãe informada, uma especialista no cuidado e na educação de crianças, mas se só penso nos meus interesses pessoais e profissionais, e não tenho tempo de estar nem sequer alguns minutos a sós com meus filhos durante o dia, para que os tenho? 

Posso ser a mãe mais generosa e bondosa para os meus filhos, mas se a única coisa que faço é comprar-lhes brinquedos e fazer a comida do dia a dia, e não tenho tempo para brincar e compartilhar com eles, para que enchê-los de caprichos? Será que não estou tentando compensar com os presentes a minha falta de atenção e de cuidados com eles? Os presentes não podem substituir nem o amor nem o meu papel de mãe.

Os pais e as mães são insubstituíveis 

Em meio a tantos compromissos e pressas do dia a dia, existem pais que estão se esquecendo do essencial: de estar com os seus filhos. Os papais e mamães são insubstituíveis. Não podem ser substituídos pelos avós, tios, babás, professores, escolas, colégios, atividades extra-escolares, vizinhos, pelos pais dos amigos dos seus filhos, nem pela televisão, internet, nem pelos videogames, nem por sacos de batatas fritas, nem por nada nem por ninguém. 

Lembre-se que a ausência ou a desatenção dos pais na vida dos filhos é uma das causas da depressão infantil em crianças tão pequenas como as de 3 a 5 anos de idade. Sempre há tempo para que um pai ou uma mãe se coloque no lugar dos filhos. Talvez assim os pais entendam que para os filhos, seu papai e sua mamãe são insubstituíveis. 

Vilma Medina

Diretora de GuiaInfantil.com