A criança bateu a cabeça. Como agir?

Vilma Medina

Vilma Medina

As pancadas e os ‘galos’ na cabeça são muito frequentes durante a infância, sobretudo em bebês entre um e dois anos. Estão aprendendo ainda a controlar o seu corpo e a manter um bom equilíbrio, por isso é normal que ao cair não utilizem as mãos para parar a queda e a cabeça acaba sendo o órgão que mais sofre. Mas, o que fazer se a criança cai e lhe sai um grande galo na cabeça?

O que fazer se o bebê ou a criança produziu um galo na cabeça

a-criança-bateu-a-cabeça-como-agir A 

Há alguns dias eu estava em um restaurante e vi quando um bebê quando brincava entre as pernas dos seus pais acabou caindo e bateu de frente com a perna da mesa. Quase imediatamente começou a brotar um galo do tamanho de uma bola de golfe. Os pais alarmados correram para a emergência do hospital deixando a mesa com seu prato ainda quente. Uma hora depois quando já íamos embora nós os vimos voltar e a criança estava perfeita, apesar do visível galo e queriam terminar de jantar após o susto. 

As pancadas na cabeça se definem como traumatismos cranioencefálicos e, dentro dos acidentes, é a causa que determina com maior frequência a internação de crianças no serviço de emergência. Na maioria dos casos as crianças recebem pancadas que não apresentam gravidade, ainda que seja importante saber como reagir e o que fazer no caso em que ocorra, já que podem alterar a função cerebral: 

- Se for um hematoma ou um galo convém aplicar gelo na área ou essa magnífica solução que as mães sempre levam na bolsa: a arnica. 

- Se a ferida sangra abundantemente e o corte for profundo é necessário levar para o serviço de emergência antes de 4 horas para poder suturá-la. No caso em que seja um corte pequeno, procede lavar bem a ferida e aplicar uma compressa fria. 

Quando procurar o serviço de emergência no caso de uma pancada na cabeça? 

Para avaliar que danos a criança tenha sofrido é conveniente observá-la durante as primeiras 24 horas e continuar avaliando o seu estado nas 72 horas seguintes. Convém procurar o serviço de emergência nos seguintes casos: 

- Se a criança estiver inconsciente ou tenha perdido a consciência.

- No caso em que não seja capaz de manter o equilíbrio, não movimente as extremidades, tenha tremores ou não fale corretamente. 

- A dor vá aumentando com o passar do tempo. 

- A criança vomita após a pancada ou continua acontecendo o vômito posteriormente. 

- O hematoma provoca a deformação do crânio. 

- A criança se mostra sonolenta e cada vez responde menos aos estímulos. 

- As pupilas não estão uniformes. 

- Aparece um hematoma sob os olhos.

Alba Caraballo

Editora de GuiaInfantil.com

Como identificar e tratar uma ferida infectada

Como identificar e tratar uma ferida infectada

Uma infecção por ferimento ocorre quando os micróbios (bactérias, fungos...) conseguem se introduzir por algum corte na pele, quando esta não leva nenhum tipo de proteção, antisséptico ou remédio com poder de desinfecção.

Dia Mundial dos Primeiros Socorros. Cuidados com crianças

Dia Mundial dos Primeiros Socorros. Cuidados com crianças

Parece que nunca acontece nada, até que o acidente ocorre de repente e de surpresa. Por este motivo, todos nós devemos estar preparados e saber agir durante os primeiros minutos até que o socorro médico chegue. Algumas simples e eficazes ações, em muitos casos, podem salvar uma vida quando se trata de crianças pequenas.

A torção de joelho em crianças

A torção de joelho em crianças

O joelho é uma articulação potente, que suporta o peso de boa parte do corpo e está preparado para desempenhar uma atividade física tão gratificante como passear, tão dura como subir montanhas ou tão divertida como correr. Mas, às vezes pode se lesionar, como acontece na chamada torção de joelho.

Como evitar as quedas e acidentes com crianças

Como evitar as quedas e acidentes com crianças

A curiosidade e a falta de noção do perigo fazem com que as crianças sejam propensas às quedas e aos acidentes, muitos deles sem importância, mas outras situações podem ser perigosas. Evitar as quedas e acidentes é, portanto, uma tarefa que os pais devem ter diariamente.

Como evitar os acidentes com as crianças em casa

Como evitar os acidentes com as crianças em casa

Os acidentes domésticos podem ocorrer com qualquer pessoa ou em qualquer lugar, mas são as crianças as que mais sofrem com os acidentes dentro de casa. Quedas, intoxicações, alergias, queimaduras, asfixia, baques e feridas são os acidentes que mais ocorrem com as crianças, segundo alguns estudos.

Os objetos pequenos que são uma ameaça para os bebês

Os objetos pequenos que são uma ameaça para os bebês

Os bebês podem levar tudo, absolutamente tudo à boca: botões, moedas, peças de brinquedos, pedras, objetos de cores e alguns alimentos. E tudo o for pequeno os atrai. E você me perguntará: O que se deve fazer? Pois, estar atentos a todos os objetos que rodeiam aos seus bebês. Há que considerar que um brinquedo pode se converter em uma arma muito perigosa para os pequenos.

0 comentarios