Os grandes inimigos do ouvido das crianças

Como evitar problemas de ouvido nos seus filhos

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Sem dúvida alguma, o ouvido das crianças é muito mais sensível que de um adulto. Existem algumas crianças que têm mais propensão para sofrer incômodos no ouvido.

Por um simples resfriado ou umidade acabam pegando uma otite ou uma inflamação do canal auditivo provocada normalmente por fungos ou bactérias.

Conselhos para evitar infecções do ouvido nas crianças

os-grandes-inimigos-do-ouvido-crianças A

Como evitar que estes inimigos prejudiquem os ouvidos dos nossos filhos? 

Um dos problemas mais comuns do verão para as crianças, além das infecções gastrointestinais e das queimaduras da pele, é a infecção de garganta e do ouvido. Para evitar e frear o avanço dessas doenças e manter o ouvido das crianças a salvo é muito importante que os pais levem em conta alguns conselhos: 

1- Que não abusem de equipamentos de refrigeração como o ar condicionado e ventiladores. Podem provocar dores de cabeça, tosses e nariz tapado em crianças, além de uma crise de asma nas crianças que sofrem de bronquite. A temperatura não deve ser inferior aos 20ºC.

2- Que as crianças não abusem dos banhos de piscina. Contínuos mergulhos e a entrada brusca de água pelas fossas nasais podem ocasionar otite. É muito importante evitar que as crianças fiquem metidas o tempo todo na água e evitar que elas nadem em água contaminada.

O cloro pode afetar a flora bacteriana normal que habita no ouvido e provocar dor e coceira intensa no ouvido. Criança propensa a ter infecção de ouvido, é recomendado que usem protetores de silicone, borracha ou cera (materiais flexíveis, leves e hipoalergênicos) para impedir a entrada de água no ouvido durante o banho

3- Que não abusem da utilização de hastes flexíveis, mais conhecidos como ‘cotonetes’, para limpar ou futucar o ouvido das crianças, já que dificultam o sistema natural de limpeza que tem o ouvido. Podem provocar obstruções, traumatismos e infecções. 

4- A excessiva pressão sobre os ouvidos tanto na decolagem como na aterrissagem do avião, durante uma viagem com crianças, também pode prejudicar o seu ouvido. Aconselha-se o uso de chupetas aos bebês e mascar chicletes ou engolir saliva às crianças. 

5- As crianças devem aprender a secar cuidadosamente os ouvidos após o banho para evitar a umidade no canal auditivo.

6- As crianças devem evitar viajar de carro com as janelas abertas e expostas às correntes de ar. O excesso de ar pode entrar nos seus ouvidos e provocar incômodo e inclusive infecções.

Vilma Medina
Diretora de GuiaInfantil.com