Benefícios do ping-pong para as crianças

Vantagens do ping-pong durante a infância

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

O ping-pong é o nome popular do esporte de raquete conhecido como tênis de mesa. É um jogo muito divertido que se pode praticar em família.

Surgiu no século XIX na Inglaterra e desde então até hoje tem sofrido numerosas modificações. Desde 1988 é considerado um esporte olímpico. Na atualidade pode ser jogado com dois jogadores ou com dois pares. Mas, que benefícios o ping-pong contribui para as crianças? 

10 benefícios do ping-pong para as crianças

benefícios-do-ping-pong-crianças A 

No ping-pong, os jogadores competem por obter o maior número de pontos fazendo passar a bolinha com uma raquete sobre a rede que está colocada no meio de uma mesa com tamanhos e dimensões definidos. Este esporte pode ser praticado em qualquer idade, ainda que requeira muita preparação e muita técnica e contribui com numerosos benefícios para as crianças: 

1. Com sua prática as crianças estimulam e desenvolvem seus reflexos e sua coordenação, já que tem que utilizar as pernas, cintura, braços e tronco.

2. O ping-pong favorece a concentração das crianças, já que ao estarem pendentes da direção da bolinha elas têm que estar muito atentas ao jogo. 

3. Melhora a agudez visual das crianças. 

4. O tênis de mesa também contribui para melhorar a agilidade mental, a capacidade de reação e rendimento intelectual das crianças porque têm que tomar decisões num curto espaço de tempo. 

5. Melhora a motricidade corporal, sobretudo das mãos e dos braços. 

6. Promove o equilíbrio das crianças.  

7. Melhora o fluxo sanguíneo das crianças e contribui para reduzir os níveis de colesterol

8. Ainda que os movimentos sejam limitados em torno da mesa de ping-pong, a criança está em constante atividade, por isso melhoram o tônus muscular e sua capacidade aeróbica. 

9. Este esporte ajuda com que as crianças se relacionem socialmente.

10. No ping-pong as probabilidades de ter lesões são muito reduzidas, já que é um esporte que não lesiona. 

Cristina González Hernando

Redatora de Guiainfantil.com