Como decorar o quarto de um menino ou uma menina

A opinião da criança conta na hora de redecorar seu quarto

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

A partir dos três ou quatro anos de idade, as crianças já podem e devem opinar sobre a decoração do seu quarto. Muitas crianças manifestam interesse por alguma cor e inclusive por algum personagem favorito, e é bom escutá-las. 

Os especialistas afirmam que os pais devem levar em conta as sugestões das crianças na hora de redecorar seu quarto porque isso favorecerá que seu espaço pessoal se torne um lugar muito agradável. Inclusive, se o quarto é do seu gosto, será mais fácil que ela cuide de tudo que há nele e o mantenha limpo e organizado. 

Critérios para redecorar o dormitório das crianças

Precisamente, são elas que vão dormir, brincar, jogar, descansar e usar o quarto. Se a criança não sente o seu quarto como seu, pode ser que prefira dormir no quarto dos seus pais, que com certeza será mais agradável para ela. Muitos detalhes e aspectos do quarto de uma criança de três ou quatro anos ficarão na sua memória e nas suas eternas recordações. Nessa idade, as crianças fazem do seu quarto um mundo próprio, de fantasia. Favorecendo essa ‘primeira sensação de poder’, é possível que ela cuide com carinho, recolhendo seus brinquedos, fazendo a cama, organizando e classificando lugares para cada coisa. A organização é um hábito que se deve estimular com diálogo e carinho, e não com ordens, desde quando são bem pequenos. 

Conselhos para decorar o quarto de um menino ou uma menina 

- Murais. É muito utilizado para decorar o quarto das crianças. Forre e pinte uma tábua e pendure ali todas as pinturas, desenhos e trabalhos que o seu filho realizar, assim como fotos e outras recordações. Peça à sua família que colabore com o mural. 

- Televisão. Com o avanço da tecnologia, em muitas casas se pode observar, lamentavelmente, que para as crianças, a televisão e o computador entraram de cheio no quarto dos pequenos. O ideal seria que o quarto continuasse sendo um local tranquilo para dormir e brincar. E que, para assistir à televisão ou computador, a criança tivesse que sair do seu quarto. Esses aparelhos transmitem muita radiação e, além disso, se usados em demasia, podem afastar a criança do entorno familiar. O importante é definir horários de utilização desses aparelhos e ter um controle de canais permitidos para a criança, assim como sites e páginas web

- Música. A música é um grande estímulo para o bem estar da criança. Se você quiser colocar um aparelho no seu quarto, que seja um equipamento de som. A música ensina a aprender, estimula o desenvolvimento da linguagem, faz a criança dançar, e melhora a sociabilidade das crianças, além de relaxá-las. 

- Móveis. A troca do mobiliário deve estar de acordo com o tamanho da criança. A troca do berço pela cama deve ser gradual. Se o seu filho se movia muito no berço, adapte um protetor à nova cama para evitar que ele caia. 

- Caixas e guarda-brinquedos. Quanto maior a criança, mais coisas terá no seu quarto. Mais livros, mais brinquedos... Por isso, a organização é primordial. Não deixe que o quarto seja um espaço saturado. Tenha caixas para distintos objetos e ordene melhor o armário para que tudo não esteja jogado pelo quarto. 

- Lembranças. Não se desfaça de tudo. Mantenha algumas coisas que proporcionem segurança à criança, como por exemplo, um livro, um ursinho de pelúcia, ou uma almofada. 

- Espaço. A criança precisa de liberdade de movimento para andar, dançar, pular e se mover dentro do seu quarto. Deixe o centro do quarto livre. 

- Acessibilidade. Coloque os brinquedos e livros preferidos da criança num local que ela possa alcançar sem dificuldades.

- Ambientes. Crie ambientes para diferentes atividades. O armário para a roupa, uma caixa para os sapatos, uma estante para os livros, um baú para os brinquedos, uma lousa para ensinar e aprender, e reserve um canto do quarto para os trabalhos manuais. Assim será mais fácil organizar tudo com o seu filho. 

- Luz e ambiente. A luz natural também é importante no quarto das crianças. As cortinas devem ser de um material que impeça a luminosidade durante a sesta

- Simplicidade. Tenha cuidado em não encher demais o quarto da criança com imagens, quadros, etc. Seu quarto pode se converter num espaço opressivo.