6 conselhos para ensinar à criança bons modos à mesa

Como ensinar normas de comportamento à mesa

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Os pais desejam que as refeições familiares sejam tranquilas e relaxadas e ficam de mau humor quando a criança apresenta maus modos à mesa, que chateie o seu irmão ou que brinque com a comida. 

É possível ensinar a criança a comer desde as primeiras etapas? A gente dá alguns conselhos sobre o que os pais podem fazer para que as crianças aprendam bons modos e se comportem corretamente à mesa. 

Como ensinar normas de conduta à mesa para as crianças

6-conselhos-para-ensinar-a-criança-bons-modos A

Como as crianças podem aprender normas de conduta à mesa? É mais fácil do que parece, sobretudo se o fizermos desde as primeiras etapas da infância, inclusive desde quando são bebês. Aqui seguem alguns conselhos para consegui-lo: 

1 – Começar desde quando ainda bebês: devem aprender a diferenciar o momento de brincar, de passear e o da refeição. Dessa maneira será mais fácil e assumem as normas como algo normal. 

2 – Para crianças mais velhas: se não tiver começado antes e as crianças já tenham mostrado modos ruins devemos falar com elas antes das refeições e explicar-lhes o que esperamos delas. Temos que dar-lhes uma série de normas fáceis e simples. Não muitas, para que saibam o que significa se portar bem à mesa: não chatear o irmão, não falar de boca cheia, não brincar com a comida e usar bem os talheres. 

3 – A televisão deve estar desligada: tão pouco devemos comer utilizando o celular, não levar brinquedos à mesa, nem ler na hora da comida. Não deve haver distrações nem se deve realizar outra atividade a não ser comer. 

4 – Dar um tempo para comer: para toda família, inclusive para os que comem mais lentamente é bom estipular um tempo que consideremos normal, por exemplo, 30 ou 40 minutos. Mais além desse tempo temos que recolher a comida. 

5 – Se a criança se comporta mal: quando uma criança não está fazendo as coisas bem, ela acaba recebendo toda a atenção, seja porque está chateando o irmão ou porque come mal, enquanto que a outra criança, que talvez estejam fazendo bem as coisas, não tem atenção alguma. Devemos deixar claro que só prestaremos atenção ao que se comporte bem e esteja cumprindo bem as regras à mesa. 

6 – Devemos reforçar o bom comportamento: se usa bem os talheres, se tem comido tudo colocado no prato ou se não fez nenhuma bobagem durante a refeição, temos qu dizer-lhes que está fazendo as coisas muito bem. Não há que comprá-los presentes porque estão comendo bem, pois isso faz parte das suas obrigações, mas devemos louvá-lo quando consigam. Podemos dizer-lhe que ao final de uma semana ou em 15 dias a gente pode ir comer fora num lugar que a criança goste porque já está preparada. 

Alba Caraballo

Editora de GuiaInfantil.com