7 formas como se manifestam os ciúmes infantis

Assim se comporta uma criança que sente ciúmes

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Os ciúmes surgem quando as crianças acreditam que não são suficientemente amadas ou correspondidas em suas emoções. São muitas as razões pelas quais uma pessoa pode ter ciúmes de outra, mas na infância podem estar focadas no irmão. 

Irmãos mais velhos sentem ciúmes dos pequenos e vice-versa. Os ciúmes podem se manifestar de muitas formas, algumas muito evidentes, e outras estão mais escondidas e podem passar despercebidas se não prestamos suficiente atenção. A gente te conta de que maneira os ciúmes se manifestam nas crianças. 

De que maneira as crianças expressam os ciúmes

7-formas-como-se-manifestam-os-ciúmes A 

1 – Agressividade: podem chegar a morder, bater ou beliscar aos seus irmãos ou amigos que sentem ciúmes. Geram ressentimento em relação à criança que agridem de diferentes formas. 

2 – Mudança de comportamento: se mostram mais birrentos e desobedientes. Têm uma atitude mais desafiadora diante dos pais se opondo às suas normas. Podem ter um comportamento mais negativo. 

3 – Regride: podem voltar a fazer xixi na cama. Apesar de ter conquistado o controle de esfíncteres, ou dormir sem a chupeta ou ir à escola sem chorar, podem mostrar uma regressão em seu comportamento. 

4 – Alterações de humor injustificadas: podem se mostrar mais chateados do que o de costume ou montar uma birra por algo que não tem importância. Mesmo assim, mostram-se mais chorões sem motivo aparente.  

5 – Atitude infantil: podem voltar a utilizar expressões mais típicas de bebês, utilizar uma linguagem mais infantil e inclusive realizar algumas condutas mais imaturas como chupar os dedos

6 – Alterações do sono: se antes dormiam sozinhos sem problemas, podem pedir para dormir com os pais, inclusive podem despertar com mais frequência e demoram em ir para a cama. 

7 – Falta de apetite: pode alterar o seu hábito alimentar. Crianças que comiam bem se tornam inapetentes ou começam a rejeitar pratos que antes tinham como favoritos. Inclusive incitam a que os seus pais lhes dêem comida na boca. 

Alba Caraballo

Editora de GuiaInfantil.com