10 passos para fazer da criança um delinquente

Decálogo para pais de Emilio Clatayude, juiz de menores

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Uma criança malcriada pode se tornar, quando adulto, num adolescente ou adulto delinquente. E a culpa a terão, seguramente os pais. Tão importante é impor limites e normas como ter muito claro o que não faça bem à criança, por mais difícil que seja. 

O juiz de menores espanhol Emilio Calatayud, tem descrito um decálogo sobre a má educação que alguns pais exercem (às vezes sem se dar conta) com seus filhos. Os 10 pontos-chave que podem fazer da criança um delinquente. 

10 coisas para evitar que o seu filho não seja um adolescente delinquente

10-passos-para-fazer-da-criança-um-delinquente A 

1. Dar-lhe tudo o que deseja. Assim, ele crescerá convencido de que o mundo inteiro lhe deve tudo. 

2. Rir das suas grosserias, besteiras e gritos. Assim, ele crescerá convencido de que é muito engraçado e não entenderá quando na escola lhe chamem a atenção pelos mesmos fatos. 

3. Recolher tudo o que ele vai deixando espalhado. Assim, ele crescerá pensando que o mundo todo está à sua disposição: sua mãe em primeiro lugar. 

4. Nunca lhe diga o que está ruim. Ele poderia adquirir complexos de culpa e viver frustrado. Primeiro acreditará que o perseguem e mais tarde acreditará que a culpa é da sociedade.  

5. Que todos os seus desejos sejam satisfeitos na mesma hora. Comer, beber, divertir-se... De outro modo ele poderia se frustrar! 

6. Deixe-o ver e ler de tudo. A sujeira de pratos e talheres pode ser limpa com detergente, mas deixar com que a criança assista e veja qualquer porcaria. Logo deixará de ter um critério de julgamento correto. 

7. Pai e mãe discutindo diante dele, assim ele irá se acostumando. Quando a família estiver destruída ele achará mais do que o normal e não se dará mais conta. 

8. Dê-lhe todo o dinheiro que quiser. Assim crescerá pensando que para dispor de dinheiro não precisa trabalhar, basta pedir.  

9. Não lhe dê nenhuma formação espiritual. Ele irá escolher quando for adulto! 

10. Dê-lhe sempre a razão. São os professores, as pessoas, as leis quem têm a culpa por ele ser assim. 

Decálogo de Emilio Calatayud, juiz de menores em Granada (Espanha).

Estefanía Esteban

Redatora de GuiaInfantil.com