Como ensinar as crianças a competirem

A competição sadia é benéfica para as crianças

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Na infância, assim como na idade adulta está cheia de competição, mas na infância este tipo de competição pode estressar os pequenos e mais ainda se os pais não os ensinam a competir adequadamente. 

As crianças competem para que os outros os vejam como são capazes e tudo o que podem conseguir. Competem na escola diariamente para obter melhores qualificações, competem nos esportes ou competem em outros campos. Não há nada ruim em competir, desde que se incentive uma competição sadia. 

A competição sadia é a melhor competição para as crianças

como-ensinar-as-crianças-a-competirem A

A competição é boa para todos se a sabem fazer corretamente, porque a competição motiva e faz com que as crianças queiram conseguir melhores resultados, sabendo que elas são capazes de consegui-lo. 

Se ensinarem as crianças a competirem adequadamente elas verão que o trabalho de equipe e os valores são imprescindíveis para poder fazê-lo corretamente. A competição também pode ensinar valiosas lições sobre o espírito esportivo, a importância de se preparar para ser bom no que faz, e como é importante seguir com uma disciplina e valores.

Você deve prestar atenção que a competição sadia não inclui, em nenhum momento, os pais que gritam com os seus filhos numa partida porque eles não fazem as coisas como esperam. Pais que tratam de viver através dos seus filhos as suas frustrações de não ter conseguido ser mais além na vida, pais que tristemente se decepcionam após uma competição quando o seu filho não foi o primeiro (com as terríveis consequências de autoestima que isso pode gerar ao pequeno), ignorando o mais importante: o seu filho fez todo o possível. 

Como ensinar a competição sadia aos filhos

Todos nós queremos que nossos filhos sejam os melhores, mas se deve aceitar o fato que não vão ganhar tudo e que ganhar e perder faz parte da vida, algo que oferece lições muito importantes. Se você quiser alguns conselhos de como ensinar ao seu filho a competir, você deverá levar em conta os seguintes aspectos: 

1. Explique a importância de fazê-lo o melhor possível. Fazer o melhor possível e ser o melhor são coisas completamente diferentes. Fazê-lo o melhor possível é sempre buscar o ‘10’. Ainda que o resultado seja o melhor, ser o melhor é algo que sobrecarrega ao pequeno de culpa se não o consegue. Lembre-se que fazer o melhor possível é o que realmente importa. 

2. Ensine com o exemplo. As crianças aprendem através do que vêem e do que escutam, e, além disso, tentarão imitar os pais. Se você também tenta fazer o melhor possível, os seus filhos também seguirão os seus passos. 

3. Em casa, tenha claros os valores familiares. Deixe claro ao seu filho que trapaças não são aceitas para ganhar. 

4. Concentre-se no esforço e não no resultado. Não se concentre no fato de ganhar ou perder. Concentre-se em como o seu filho se esforçou para conseguir o melhor resultado. E claro, não o julgue. 

É muito importante que você se lembre que nem todas as crianças querem competir e ficar acima das outras. Por outro lado, todos são capazes de fazer o melhor possível.

María José Roldán

Psicopedagoga

Mestre em Educação Especial (Pedagogia Terapêutica)