Por que se celebra o Dia Universal da Criança

O Dia Universal da Criança se celebra o dia 20 de Novembro

Vilma Medina

Vilma Medina

O dia 20 de novembro ficou institucionalizado como Dia Internacional dos Direitos da Criança, o Dia Universal da Infância. É uma data que nos faz recordar que uma criança não é somente um ser frágil, que necessita de proteção, mas também uma pessoa que tem o direito à educação, cuidados e carinho, onde quer que tenha nascido.

Se celebra o Dia Universal da Criança

O dia universal da criança

A criança é uma pessoa que tem o direito de divertir-se, de aprender e a expressar-se. Todas as crianças tem o direito de ir à escola,  receber cuidados médicos e se alimentar para garantir seu desenvolvimento em todos os aspectos.

Em alguns países, o Dia Universal da Criança coincide com o Dia das Crianças. No Brasil, no ano de 1920, um deputado federal chamado Galdino do Valle Filho teve a idéia de "criar" o Dia das Crianças. Os deputados aprovaram, e o dia 12 de outubro foi oficializado como Dia da Criança, por meio do decreto nº 4867, de 5 de novembro de 1924.

Concordar significa estar de acordo sobre algo e tomar responsabilidade diante do que se convém. A Convenção dos Direitos da Criança é um conjunto de normas acordadas, que todos os países que assinaram e ratificaram devem respeitar. Adotada pela Assembléia Geral das Nações Unidas, em 20 de novembro de 1989, os artigos dessa convenção propõem novas atribuições aos contidos na Declaração dos Direitos da Criança de 1959, e fundamentalmente avança no aspecto jurídico, ao fazer com que os Estados que a assinaram juridicamente responsáveis pelo seu cumprimento.

Os direitos das crianças

O Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) completou 22 anos em no Brasil no dia 13 de julho de 2012. O Brasil foi um dos primeiros países a organizar uma legislação que seguisse os princípios da Convenção das Nações Unidas sobre os Direitos da Criança.
O detalhamento dos direitos e deveres das crianças e adolescentes, pais, profissionais da saúde, conselhos tutelares e gestores públicos estão entre os principais objetivos da lei, que estabelece punições a maus tratos, além de políticas de atendimento e assistência, abrangendo também medidas socioeducativas e de proteção.

Embora longe do ideal, muitos avanços foram ocasionados pelo Estatuto e entre eles está o aumento no número de denúncias de maus tratos e punições aos agressores. O trabalho infantil ainda é um grande desafio.

A escola e as crianças

A escola e as crianças

Por que se deve ir à escola? É necessário ir ao colégio não só para aprender a ler, escrever e a contar. Além de aprender tudo isso, a criança vai formando gradualmente seu caráter, sua capacidade de reflexão e responsabilidade, ao mesmo tempo que amplia seus conhecimentos.

Como tratar os problemas de aprendizagem nas crianças

Como tratar os problemas de aprendizagem nas crianças

Algumas crianças com problemas de aprendizagem, portam-se mal na escola porque preferem que achem que são “maus” do que “estúpidos”. Em 1983, a American Bar Association sinalizou que existe um vínculo inequívoco entre os problemas de aprendizagem não diagnosticados a tempo, e a deliquência juvenil.

Estatuto da Criança e do Adolescente

Estatuto da Criança e do Adolescente

Previstos pelo Estatuto da Criança e do Adolescente, os Conselhos dos Direitos formulam e acompanham a execução das políticas públicas de atendimento à infância e à adolescência.

A criança e a fome

A criança e a fome

A fome mata uma criança a cada 5 segundos no mundo. Segundo relatório da ONU (Organização das Nações Unidas), a fome e a desnutrição, diz o relatório, levam à morte todos os anos mais de 5 milhões de crianças, a maioria nos países em desenvolvimento.

Projeto Criança Esperança

Projeto Criança Esperança

Criança Esperança, na luta pelos direitos da infância e juventude brasileira. A Campanha Criança Esperança da Rede Globo, foi lançada em 1986, num programa especial dos Trapalhões, com 9 horas de duração, e ajudou a estimular a sociedade a discutir sobre a situação das crianças e jovens brasileiros. Desde seu início, atuou em 5 mil projetos sociais e abrangeu 4 milhões de crianças e adolescentes. Criança Esperança todos os anos vem se superando em arrecadação, ações e resultados.

Ensino em Casa ou ensino doméstico: sim ou nao?

Ensino em Casa ou ensino doméstico: sim ou nao?

Há um extenso debate entre educadores na sociedade sobre os benefícios do homeschooling. Por não concordar com a interferência do Estado na educação dos filhos, muitos pais tem adotado essa forma de ensino.

0 comentarios