Como estimular ao bebê desde a gravidez

Dicas para estimular ao seu filho no ventre materno

A estimulação precoce trata de potencializar as funções do cérebro do bebê, tanto emocional como intelectualmente através de jogos, exercícios e atividades. Essa prática pode ser iniciada logo após o nascimento. 

No entanto, estudos recentes demonstram que não é necessário esperar que o bebê nasça. Durante a gravidez, a mamãe pode estimular ao bebê, já que os sentidos se desenvolvem no útero materno e ele pode sentir, ouvir, ver, comer, saborear... 

6 coisas que você pode fazer para estimular o bebê no ventre materno

como-estimular-ao-bebê-desde-a-gravidez A 

O bebê é capaz de reagir diante de estímulos, seja por um ruído forte, uma música suave ou uma luz intensa. É por isso que os bebês já começam a treinar seus sentidos desde o útero materno. Ao redor da 22ª semana de gestação, os órgãos dos sentidos já estão desenvolvidos e funcionando, por isso se pode começar com a estimulação intra-uterina a partir desse momento. Como? 

- Alguns estudos revelam que os filhos das mamães que tenham consumido grande quantidade de frutas e verduras durante a gravidez, sobretudo no último trimestre, não experimentam rejeição ao sabor desses alimentos. Isso indica que se pode ensinar o bebê a comer desde o útero materno. O sentido do paladar estará desenvolvido a partir da 12ª semana. O bebê, portanto, receberá os sabores dos alimentos que sua mãe ingere. 

- O bebê é capaz de reconhecer a voz da mãe, por isso se recomenda que lhe fale de forma tranquila, clara e pausada, algo que possa relaxar ao bebê e transmitir-lhe calma. É mais uma maneira de estimular o vínculo desde o útero materno

- Colocar música para o bebê enriquece seu desenvolvimento físico e emocional. Quando a criança ouve música clássica como Mozart ou Bach, o ritmo cardíaco se relaxa e induz o bebê a um estado de serenidade. 

- Também são reconhecidas as vantagens de ler ao bebê: facilita sua aprendizagem futura, e tem um desenvolvimento intelectual mais precoce. Além disso, poderá reconhecer facilmente as vozes de quem estiver lendo e se sentirá mais seguro. Aprenderá a distinguir as modulações da voz e isso lhe será muito positivo quando nascer para poder tranquilizar-lhe.

- Os bebês desenvolvem o sentido do tato durante a gravidez, portanto, e ainda que não possamos chegar até o bebê nem ele a nós, as carícias e massagens carinhosas na barriga geram uma sensação de bem estar e paz na mãe que beneficia e estimula ao bebê. 

- A partir do sexto mês de gravidez, o bebê abrirá suas pálpebras e, ainda que o seu ambiente esteja escuro, suas pupilas podem reagir se existe uma fonte de luz forte que vem de fora, seja do sol ou simplesmente apontando uma lanterna para a barriga. O bebê poderá distinguir de onde procede a luz e poderá segui-la se a movimentar estimulando assim sua musculatura ocular.

  • Os primeiros chutes do bebê na barriga da mãe
    Os primeiros chutes do bebê na barriga da mãe

    A mãe pode começar a notar os movimentos do bebê ao mudar de posição, esticar-se ou tranquilamente ao descansar. O bebê aproveita esses momentos para golpear com os braços e as pernas a parede do útero materno com períodos de atividade e descanso.

  • Como estimular ao bebê segundo o método Montessori
    Como estimular ao bebê segundo o método Montessori

    A filosofia da italiana Maria Montessori leva anos revolucionando o mundo educativo. Sua teoria se baseia em algo que realmente é muito óbvio, mas nem sempre se cumpre: conseguir a autonomia da criança oferecendo um meio adaptado e preparado para que possa consegui-lo, sempre respeitando o seu processo.

0 comentários