Sintomas do parto: rompimento da bolsa amniótica

Quando a bolsa rompe e sai líquido amniótico que envolve o bebê na gravidez

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

A bolsa de líquido amniótico que envolve o bebê se rompe. Isso se denomina rompimento do líquido amniótico e é um dos sintomas do parto, no caso em que a gestante tenha passado a barreira das 37 semanas de gravidez. 

Quando a bolsa se rompe você notará que sai pelos genitais um líquido transparente ou amarelo claro. Você pode diferenciá-lo de uma perda de urina porque a saída de líquido é constante e com os movimentos que você realiza se acentua. 

Romper a bolsa na gravidez

sintomas-do-parto-rompimento-da-bolsa A 

A ruptura da bolsa amniótica geralmente é um sintoma de que o parto é iminente ou que já tenha começado, no entanto, em algumas ocasiões pode ser produzido antes do parto. 

No caso de acontecer em gestações pré-termo, antes da 37ª semana será recomendado o ingresso hospitalar para ser tratado com corticóides e assim ajudar no amadurecimento pulmonar do bebê ou inclusive podem te administrar antibióticos para prevenir uma infecção do líquido amniótico. O médico avaliará também administrar medicamentos para frear a evolução do parto se ainda não tenha chegado à 34ª semana de gravidez. 

O trabalho de parto 

Se a ruptura acontecer depois da 37ª semana de gravidez, o ginecologista fará exames para avaliar se o trabalho de parto tenha começado. No caso em que tenha começado, ele fará com que espere umas horas para ver se inicia, já que geralmente as contrações começam 12 horas depois. Em caso contrário será administrado ocitocina para acelerá-lo. Se o líquido amniótico vem com uma cor escura o ginecologista induzirá o parto, já que pode ser indício de sofrimento fetal

A cor do líquido amniótico ao sair deve ser transparente. No caso em que tenha cor verde é importante procurar um hospital o mais rápido possível, já que o líquido poderia conter mecônio, a primeira deposição do bebê nos primeiros dias de vida e poderia haver sofrimento fetal ao se produzir dentro do útero. 

No caso de romper a bolsa antes que tenha começado o trabalho de parto, a gestante deve ir ao hospital para que o ginecologista avalie o estado do bebê e convém que se coloque uma compressa e mantenha uma boa higiene para evitar infecções.  

Muitas vezes a ruptura da bolsa acontece uma vez iniciado o trabalho de parto, ou inclusive, se o parto estiver avançado e a bolsa não tenha se rompido de forma espontânea, o mesmo pessoal médico pode provocar a ruptura. 

Alba Caraballo

Editora de GuiaInfantil.com