Estou em trabalho de parto, o que eu devo levar ao hospital?

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

O dia que você vai dar a luz não é o momento para começar a arrumar as coisas para colocar na maleta com tudo o que deve levar à maternidade. De repente, a bolsa rompeu ou você começa a sentir as contrações e tudo acontece muito rapidamente. Estou em trabalho de parto, o que eu levo ao hospital? O acontecimento nos deixa atordoadas que é melhor temos tudo preparado para se preocupar somente de que não nos esqueçamos de pegar a bolsa para ir à maternidade. 

Tudo o que você necessita para o nascimento do bebê

estou-em-trabalho-de-parto-levar-hospital A 

Entre as numerosas coisas que você deve se preocupar é, sobretudo toda a documentação que deve estar pronta para dispor dela a qualquer momento. Que documentação a gente deve preparar? Entre os papéis não pode faltar o cartão de saúde e o do seguro médico, o documento de identidade, informações médicas pessoais e do desenvolvimento da gravidez, ou seja, ecografias, análises e resultados de todos os tipos de exames que tenha realizado durante a gravidez, o plano de parto (um documento escrito que expressa a forma de alívio da dor que você deseja, o tipo de iluminação/ambiente durante a dilatação e o parto, a colocação do bebê após o parto no peito, por exemplo, imediatamente após o nascimento, quem te acompanhará durante o parto) e a prescrição da medicação que você deverá tomar, se necessário. 

Na bolsa ou maleta deve haver espaço para a sua roupa e para a roupa do bebê. Para você, não se esqueça de um sutiã específico para o aleitamento, que são muito práticos, várias mudas de roupa íntima, sandálias, camisolas e alguma roupa para depois do nascimento diferente da pré-mamãe. Não se esqueça de um par de meias bem quentinhas, porque meus pés ficaram muito gelados. É frequente ter os pés frios durante o trabalho de parto e as meias confortam, e muito! Para o seu asseio pessoal, o seu nécessaire e um pacote de compressas higiênicas. Evite o perfume, já que os bebês reconhecem a sua mamãe pelo cheiro pessoal da sua pele. 

Para o bebê não se esqueça de incluir fraldas, roupa interior, vários conjuntos de roupa completos que incluam gorros, já que o bebê perde calor pela cabeça e meias e macacão e uma manta (cobertor) para quando sair do hospital, assim como o cesto para bebê (mais conhecido como ‘moisés’) ou cadeirinha de segurança para levar o bebê no carro a caminho de casa. 

Entre as coisas que mais eu senti falta na maternidade durante o período de dilatação antes do nascimento do meu bebê foi dispor de minha música favorita. Cada um de nós tem um recurso favorito para se relaxar. Durante as contrações, o tempo transcorre lentamente e eu acredito que escutar uma boa música teria me ajudado a descansar e a me relaxar. Outras mulheres talvez prefiram ler uma revista, levar um livro ou seu book eletrônico, seu tablet, seu smartphone para se conectar a Internet ou ligar para familiares e amigos... Qualquer recurso é bom para tornar esse momento mais ameno. 

Marisol Nuevo

Guiainfantil.com