As verrugas em crianças. Causas e tratamento

Como tirar as verrugas das crianças

Vilma Medina

Vilma Medina

As verrugas não implicam em um perigo para a saúde das crianças, mas sempre é conveniente eliminá-las. Na realidade, as verrugas são tumores benignos que aparecem na pele e, ainda que somente a menção da palavra tumor possa nos aterrorizar, o certo é que não são perigosas, mas são antiestéticas e contagiosas.

Para que as crianças não criem um complexo com as verrugas é melhor tratá-las o quanto antes, assim que convém visitar o pediatra ao invés de buscar algum remédio caseiro. Analisamos as causas e buscamos os melhores tratamentos para as verrugas infantis.

Causas das verrugas nas crianças

as-verrugas-em-crianças-causas-tratamento A

A causa do aparecimento das verrugas nas crianças é o Vírus do Papiloma Humano (HPV). Pode-se tratar de vários tipos desse vírus, mas o que causa a verruga não são os mesmos que causam câncer, por isso não convém se alarmar nem se preocupar pela saúde das crianças. O maior problema que as verrugas apresentam e o vírus que as produzem é a sua facilidade de contágio. O aparecimento de uma só verruga pode dar lugar a que a área infectada se encha de pequenas verrugas pelo simples tato.

O vírus do Papiloma Humano é a origem das verrugas infantis. Existem outras causas que podem ser desencadeá-las, como um sistema imunológico, fraco ou uma má circulação. As áreas mais frequentes do aparecimento das verrugas nas crianças são nas mãos, especialmente nos dedos ao redor das unhas e também nos pés. 

Tratamento das verrugas nas crianças 

Deve-se tratar para que as verrugas não se estendam por mais áreas e para isso o melhor é eliminá-las. O pediatra nos indicará o melhor tratamento para eliminar as verrugas infantis ou encaminhar a criança a um dermatologista, ainda que o método mais popularizado é a crioterapia, congelando a verruga com nitrogênio líquido a uma temperatura de -200ºC que terá que ser aplicado várias vezes.  Em uma semana a verruga cai, deixando a pele lisinha. A crioterapia pode ser realizada em casa e se pode aplicar em crianças a partir dos 4 anos de idade. 

A cauterização das verrugas é outro método habitual em que se queima a área afetada, por isso pode apresentar algum risco para a pele das crianças. Para as verrugas mais profundas pode ser necessária a extirpação cirúrgica, um método seguro e com bons resultados. Mas, hoje em dia, o futuro da eliminação das verrugas passa pelo tratamento com laser, mais rápido, mais seguro e com menos riscos.

Marcas na pele do recém-nascido

Marcas na pele do recém-nascido

Os bebês nascem com a pele enrugadinha por causa do líquido amniótico, manchada de sangue e coberta por outros fluidos da mãe. Sua proteção natural é a cobertura de uma gordura branquinha pastosa denominada vérnix caseoso.

Como tratar as queimaduras solares na pele de uma criança

Como tratar as queimaduras solares na pele de uma criança

Conseguir ir com a família para uma praia por alguns dias é o sonho de todo o mundo. As precauções para desfrutar do sol com a família é muito importante. Mas, qualquer prevenção é pouca e às vezes acontece que as crianças se queimem com o sol.

Causas da caspa nas crianças

Causas da caspa nas crianças

Os problemas estéticos ou de saúde que os adultos podem ter, muitas vezes chegam ao terreno infantil. Da mesma maneira que existem adolescentes com cabelo grisalho, muitas crianças de pouca idade têm caspa, algo que está associado aos adultos de forma geral.

Molusco contagioso em bebês e crianças

Molusco contagioso em bebês e crianças

Dentro das doenças infantis existem algumas que atacam a saúde da pele. Infelizmente, muitas crianças têm, em algum momento da vida, algum problema com vírus que afetam a derme, como é o caso do molusco contagioso.

A micose: sintomas e formas de contágio

A micose: sintomas e formas de contágio

A micose é um transtorno comum da pele, que afeta especialmente as crianças. A micose, nas suas diferentes manifestações, é provocada por vários tipos de fungos similares ao mofo, denominados dermatófitos, que vivem no tecido morto da pele, do cabelo e das unhas.

0 comentarios