Existe um momento ideal para o desmame do bebê?

Chega um momento em que todas as mães que estão amamentando nos perguntam até prolongaremos o aleitamento. O desmame é um processo natural para todas as espécies de mamíferos, mas o momento mais adequado para fazê-lo não está determinado. Umas vezes vem imposto pela mãe e outras pelo desinteresse do bebê pela amamentação

Conselhos para o desmame do seu bebê

existe-um-momento-ideal-para-o-desmame-do-bebê A 

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), é recomendável amamentar ao bebê a demanda durante os seus 6 primeiros meses de vida e, a partir desse momento, complementar o leite materno com a alimentação complementar até um ano de vida. No entanto, diversos estudos têm encontrado que nas sociedades industrializadas 78,4% dos bebês são desmamados antes dos seis meses de vida. 

O que parece claro é que a partir do primeiro ano de vida, o desmame se converta mais numa questão psicológica do que física porque o leite materno já não constitui o principal alimento do bebê e é provável que quanto maior seja mais lhe custe se desprender do calor e do acalento do peito. 

O aleitamento materno promove um grande vínculo emocional entre a mãe e o seu filho ao se estabelecer num momento íntimo e de grande cumplicidade. Muitas mães vêem elevada sua autoestima ao estar fazendo algo tão maravilhoso que ninguém mais pode fazer em seu lugar, enquanto mantêm ao seu bebê nos braços e ambos se sentem à vontade. 

Portanto, uma vez tomada a decisão pelo desmame do bebê, o mais importante é fazê-lo de maneira gradual, sem traumas, nem dúvidas porque é importante não dar um passo atrás. Após onze meses de amamentação me ajudou muito planejar o desmame com antecedência para que não coincidisse com outras mudanças na vida da criança como o começo em uma escola infantil, a chegada de um irmão ou mudança de casa. 

Transmitir segurança ao bebê e a confiança de que entre os dois isso será conseguido é fundamental na hora de enfrentar desafios como a introdução da mamadeira ou da alimentação complementar. Evite estar com o bebê em lugares onde habitualmente estava quando lhe dava o peito durante algum tempo ou mude um pouco a decoração desses lugares para que nesse momento ele não se lembre do peito. Se possível peça que outra pessoa lhe dê a mamadeira e não esteja próxima ou no seu campo de visão durante as tomadas de mamadeira. 

E o mais importante, dê-lhe tempo. É melhor que se acostume pouco a pouco, do que forçar a situação. Logo verá que tudo sairá bem. Se o seu bebê tenha se acostumado a dormir com o peito na boca, o normal é que o seu filho reclame o que tinha, e mais ainda se o tinha associado a dormir. Nesse caso é recomendável ensinar-lhe a dormir sem o peito primeiro e desmamá-lo depois. Pode ser difícil, mas não impossível. 

Marisol Nuevo

Redatora

  • Aleitamento materno exclusivo nos seis primeiros meses
    Aleitamento materno exclusivo nos seis primeiros meses

    A Organização Mundial da Saúde (OMS), assim como o Ministério da Saúde recomendam o aleitamento materno exclusivo do bebê até os seis meses de idade. A matrona Sara Cañamero nos dá alguns conselhos para que a gente consiga prolongar o aleitamento até os 6 meses do nosso filho sem nenhum problema.

    • Causas da febre durante o aleitamento
      Causas da febre durante o aleitamento

      Vamos ver quais as principais causas da febre no aleitamento, ainda que por definição, a febre é aquela que ultrapassa os 37,8º C tentaremos tratar todos aqueles casos em que tenha uma elevação da temperatura corporal da mãe lactante.

    • Adeus à amamentação
      Adeus à amamentação

      O abandono definitivo da amamentação é um assunto de grande peso emocional para a mãe e para o bebê. Não sei quanto a vocês, mas eu sempre senti muita tristeza em perder definitivamente o vínculo tão estreito e próximo que estabelecemos com o nosso pequeno.

0 comentários