Aumentam os casos de bebês que nascem com Síndrome de Abstinência

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

A gravidez é um dos momentos em que a mulher deve ter um cuidado mais rígido para garantir a saúde e o bem-estar do bebê que cresce dentro do seu ventre. Tanto é assim, que são muitos os medicamentos não recomendados durante a gravidez, alimentos que devem ser evitados e medidas de higiene a tomar.

Mas, o que acontece quando antes da gravidez já se consumiam medicamentos ou opiáceo ou algum outro tipo de droga? O que acontece se a mulher é viciada a eles? Dos Estados Unidos nos chega uma alarmante notícia que fala do aumento dos casos de bebês que nascem com Síndrome de Abstinência. A história de Caitlyn é somente um exemplo. 

Bebês que nascem com Síndrome de Abstinência

aumentam-os-casos-de-bebês-síndrome-abstinência A

Caitlyn teve um acidente de carro grave há quase uma década. Para suportar as dores eles lhe receitaram opiáceos e desde então ela tem sido viciada a esse tipo de analgésico. Quando ela decidiu pedir ajuda para superar seu vício ela se deu conta que era tarde demais, pois estava grávida. ‘É devastador, eu tenho um bebê dentro de mim que não merece ser viciado em drogas’, comenta Caitlyn, atualmente grávida de seis meses. No início ela tentou se desintoxicar sozinha, na sua casa mesmo, no entanto, essa foi uma tentativa arriscada, já que segundo os médicos especialistas, isso poderia colocar em risco tanto a sua vida como a vida do seu bebê. 

Nos últimos anos tem crescido o aumento do abuso de medicamentos e opiáceos em mulheres grávidas; Dos anos de 2005 a 2015 somente no Estado da Flórida, o número de bebês nascidos viciados a drogas tem aumentado de 338 para 2487.  

As mulheres viciadas a medicamentos, opiáceos ou outras drogas são pouco propensas a buscar ajuda durante sua gravidez. No entanto, isso tem se convertido num grande problema. Por não receberem cuidados médicos existe um sério risco de que o bebê nasça com abstinência neonatal. 

Em todo caso, tão pouco isso é fácil para as mulheres que alertam aos seus médicos, já que em alguns países os programas de tratamento de drogas não aceitam a gestantes ou não têm protocolos a seguir.

O que é a Síndrome de Abstinência Neonatal

Acontece quando a mulher grávida toma drogas durante sua gravidez: álcool, barbitúricos, antidepressivos, anfetaminas, heroína, codeína, metadona, oxicodona ou buprenorfina. Essas e outras substâncias similares chegam ao bebê que se torna viciado. Quando o bebê nasce e não recebe a droga ele pode apresentar sinais de abstinência segundo o tipo de droga que a mãe tenha tomado, a quantidade da mesma ou o tempo durante em que consumiu a droga e que podem ser:  

- Convulsões e tremores 

- Respiração agitada 

- Reflexos hiperativos 

- Insônia 

- Má alimentação 

- Choro excessivo 

- Diarréia

- Vômitos

- Febre 

Quanto a Caitlyn, ela está recebendo ajuda médica para se desintoxicar: ‘trato de manter uma atitude positiva, porque eu seu que é o melhor que posso fazer para o meu bebê e para mim’. 

Alba Caraballo

Editora de GuiaInfantil.com