5 erros de disciplina que os pais cometem

Vilma Medina

Vilma Medina

Os pais querem que seus filhos sejam educados, disciplinados e que respeitem limites. No entanto, as crianças não podem fazê-lo por ciência infusa (Conhecimentos adquiridos naturalmente, sem estudo, nem ensinamento). Os pais são os encarregados em fazê-los entender que existem normas a serem cumpridas e explicá-las quais são.

Em algumas ocasiões, a gente acredita que estamos educando nossos filhos na disciplina, mas as crianças mostram falta de respeito, mau comportamento e desobediência. Então, aonde nós falhamos? Existem vários erros que a gente comete pelo caminho. Em quantos desses erros você se reconhece? 

Erros dos pais diante do mau comportamento dos filhos

5-erros-de-disciplina-que-os-pais-cometem A

1 – Educamos o negativo: ao longo do dia os pais costumam falar a palavra ‘não’ mais de 80 vezes. ‘Não bata no seu irmão, não pegue isso, não assista televisão, não fale de boca cheia, não, não, não... ’ São tantas as vezes, que nossos filhos geram uma espécie de imunidade e o ‘não’ acaba sem efeito. Os psicólogos nos recomendam educar com o esforço positivo, ou seja, mudar a mensagem anterior por: ‘trate bem ao seu irmão, você pode pegar esta outra coisa, vamos ler um pouquinho?’.  

2 – Damos ordens vagas: o já conhecido ‘comporte-se bem’ ou ‘você tem que ser bom’ não contribui com nenhuma informação às crianças. Deveríamos ser mais concretos e especificar o que esperamos delas. Por exemplo, ‘na biblioteca temos que falar bem baixinho’ ou ‘temos que pegar a fila para podermos entrar’. 

3 – Perdemos a paciência e terminamos gritando ou sendo severos demais em situações que não exigiriam tanta autoridade. É mais efetivo controlar as emoções e contar até 10 e empregar firmeza e segurança. Os gritos, ainda que ajudem com que a gente se desabafe ou que descarreguemos a tensão só provocam com que a criança haja com violência.

4 – Não ser um exemplo: as crianças são mais espertas e observadoras do que a gente imagina. Cada gesto ou palavra é assimilado por pequenos olhos que não perdem nenhum detalhe, inclusive ainda que não estejam olhando. Se os pais não seguem as normas e são desrespeitosos ou indisciplinados, eles repetirão o comportamento. 

5 – Não dar explicações: existe uma típica frase de mãe que termina com o ‘porque eu estou dizendo e pronto’. A gente a utiliza quando estamos muito cansadas ou quando não ficamos sem argumentos. No entanto, para que os nossos filhos hajam dentro dos limites, temos que explicar a eles quais são e o porquê.  

Alba Caraballo

Editora de GuiaInfantil.com

Quando e como aplicar as técnicas de estudos às crianças

Quando e como aplicar as técnicas de estudos às crianças

Técnicas de estudos para as crianças. Boas intenções, bons princípios nos estudos. Quando o filho não gosta de estudar, não é capaz de se sentar e trabalhar, passa toda a tarde em frente à TV ou no computador.

Frases que os pais não devem dizer aos filhos

Frases que os pais não devem dizer aos filhos

Frases negativas dos pais aos filhos. Cuidado com o que diz ao seu filho. Apresentamos as motivações negativas, ou seja, as frases que devemos descartar da nossa educação e comunicação com nossos filhos.

Crianças sem valores e limites

Crianças sem valores e limites

Os limites e a disciplina na educação das crianças. Filhos sem limites podem se transformar en adultos frustrados e rebeldes, sem caráter, diante das regras que estabelece a vida. Eduque o seu filho com valores como o respeito, a tolerância, gratidão. Uma educação baseada nos valores só tem que dar certo.

A falta de disciplina nas crianças

A falta de disciplina nas crianças

A falta de disciplina nas crianças tem gerado uma geração sem limites e sem respeito. Como se pode disciplinar e estabelecer limites aos filhos? O que acontece se nao disciplinamos aos filhos?

Como repreender as crianças de forma construtiva

Como repreender as crianças de forma construtiva

Em algumas ocasiões devemos repreender nossos filhos pelo seu comportamento, por algo que fizeram ou deixaram de fazer. Apesar de que repreender não possa ser a melhor via para que uma criança aprenda, se soubermos fazê-lo de forma construtiva, elas podem ser usadas de vez em quando.

0 comentarios