A personalidade da criança de acordo como fecha os punhos

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Faça esse gesto simples: feche os punhos. Agora peça ao seu filho que faça o mesmo... Vocês fecham da mesma forma? Cada um tem o seu jeito? Ninguém nos ensina como devemos fechar os punhos de determinada maneira, nós o fazemos de maneira inata, é algo natural. 

Há quem diga que esse simples gesto fala sobre nossa personalidade, sobre como nos relacionamos com o meio, se somos reservados ou nos arriscamos, curiosos, ou criativos. Não tem base científica, mas no mentalfeed.com eles elaboraram um teste simples com o qual você pode comprovar qual é a personalidade do seu filho segundo ele fecha os punhos. Você se anima em tentá-lo? 

Como é o seu filho segundo ele fecha os punhos 

Todos os dedos sobre o polegar

a-personalidade-da-criança-punhos A 

Como vêem os demais? São crianças criativas, cheias de fantasia e espirituosos. São bons para as disciplinas artísticas e, às vezes, mostram-se emotivos. Parecem precavidos e, devido à sua natureza sensível tendem a se preocupar muito. São inteligentes e sociáveis

Como são realmente? Relacionam-se bem com os demais e preferem calar diante de algo antes de ferir aos outros. São fáceis de lidar e sociáveis. Necessitam um pouco de liberdade para poder viver seus sonhos. Gostam de estar rodeado de amigos. 

Polegar sobre os dedos

a-personalidade-da-criança-punhos-2 A 

Como vêem os outros? As crianças que fecham assim os punhos são generosas, inteligentes e gozam de boa autoestima. Fazem amigos com facilidade e são flexíveis e atentos aos outros. 

Como são realmente? Têm o coração sensível, por isso carregam certo medo a que lhes façam dano. Não necessita de grandes coisas para ser feliz, só que as pessoas próximas a entendam e a amem por ser quem são. 

Polegar sobre um dedo

a-personalidade-da-criança-punhos-3 A 

Como vêem aos outros? As crianças que fecham os punhos dessa maneira têm muita imaginação. Elas se entusiasmam muito com aquilo que lhes interessa, mas podem chegar a se impacientar já que concentram suas energias nos seus próprios interesses. São crianças curiosas, aventureiras e com senso de humor. No entanto, são um pouco inseguras

Como são realmente? Às vezes, são muito amáveis com os amigos e que se correm o risco de que se aproveitem delas. O importante para ela é que as pessoas ao seu redor sejam sinceras e se dão conta rapidamente se o são ou não. São crianças muito honestas

Alba Caraballo

Editora de GuiaInfantil.com