Repartir as tarefas entre os pais melhora a vida sexual

Vilma Medina

Vilma Medina

Quem faz a maior parte das tarefas em casa? Quem se encarrega das crianças? Ela? Ele? Ou os dois em partes iguais? De acordo com alguns estudos, dependendo de como seja a partilha dessas tarefas é possível ‘predizer’ como será a vida sexual do casal

Dessa forma, quanto mais as tarefas forem compartilhadas no cuidado das crianças, maior a satisfação do casal, e, portanto, melhor a vida sexual. 

Compartilhe as tarefas do lar para a harmonia do casal

repartir-as-tarefas-entre-os-pais-vida-sexual A 

O encarregado em realizar um desses estudos é Daniel L. Carison, professor de Sociologia na Universidade de Georgia (EUA). Para elaborar as conclusões foram avaliados quase 500 casais heterossexuais. Todos os casais, evidentemente, com filhos. 

No estudo, dividiram-se os casais em grupos, de acordo: 

- Casais onde a mulher leva todo o peso da casa, ou pelo menos tudo referente às crianças. 

- Casais onde o homem se encarrega do cuidado das crianças e de grande parte da casa. 

- Casais equilibrados, com tarefas do lar compartilhadas e o cuidado das crianças em partes iguais. 

Adivinhe quais casais eram os mais felizes e tinham uma vida sexual satisfatória? Os que compartilhavam as tarefas e os cuidados dos filhos por igual, e aqueles casais em que era o pai o que se encarregava de todas as tarefas da casa! Sim, em ambos os casos a satisfação do casal era muito superior àqueles casais em que a mulher levava todo o peso da casa e dos filhos. 

Para confirmar essa teoria, a Universidade Riverside da Califórnia elaborou um estudo similar e colocou à prova de novo a um grupo de casais com filhos. Aqueles casais em que os homens se encarregavam de limpar, fazer a comida, passar roupa e levavam a agenda diária das crianças tinham um nível de satisfação maior. 

A conclusão? Para que o casal ‘funcione’ a mãe deve se liberar das tarefas do lar ou compartilhar o trabalho das crianças com seu companheiro, porque elas avaliam que, acima de tudo, o seu companheiro se compromete e se sacrifica pela casa e pelas crianças. A satisfação matrimonial aumenta, e, portanto, também melhora a vida sexual

As mulheres se sentem mais atraídas por homens que são capazes de trabalhar em casa e que se envolvem no cuidado das crianças. Assim que, a melhor coisa para que o casal funcione você já sabe: é fazer um compartilhamento equitativo das tarefas da casa. 

Estefanía Esteban

Redatora de GuiaInfantil.com

5 erros dos pais ao falar de sexo com os filhos

5 erros dos pais ao falar de sexo com os filhos

Os pais têm um papel muito importante na educação sexual dos filhos. Transmitir às crianças temor, medo ou vergonha nos assuntos relacionados com a sexualidade só conseguirá com que adquiram complexos.

Como proteger nossos filhos dos pedófilos

Como proteger nossos filhos dos pedófilos

Se existe algo que nos repugna, tanto aos pais como às mães, são os abusos com crianças. Antes de ter filhos meu estômago já revirava com as notícias sobre os pedófilos ou qualquer outro tipo de ataque indiscriminado contra uma criança. No entanto, desde que sou mãe, a rejeição e o nojo se multiplicaram. É algo que fica impossível de entender.

Como falar de sexo com as crianças

Como falar de sexo com as crianças

A sexualidade é algo que faz parte de todas as pessoas. Os pais e as mães devem ser a figura que preste informação, forme atitudes e valores sobre a identidade, as relações e a intimidade nos seus filhos. A sexualidade aborda temas como o desenvolvimento sexual, a saúde reprodutiva, as relações interpessoais, o afeto, a intimidade, a imagem corporal e o gênero.

Sexo na gravidez

Sexo na gravidez

As gestantes que se encontram nas primeiras semanas de gravidez se preocupam em saber se as relações sexuais com seu companheiro podem causar danos ao bebê. No caso de gravidezes normais, a penetração não causa nenhum dano ao feto, já que está protegido no útero materno e rodeado de líquido amniótico.

Quando retomar as relações sexuais após o parto

Quando retomar as relações sexuais após o parto

Dar a luz a um filho implica num grande esforço corporal e emocional. Nosso corpo necessita se recuperar progressivamente das mudanças tão violentas que tenham se produzido nele. Emocionalmente, a gente deve se adaptar ao nosso filho e nosso filho a gente. Agora somos mães, a atenção do bebê e nossa recuperação são importantíssimas, mas não temos que nos esquecer que continuamos sendo mulheres e esposas.

0 comentarios