Como ajudar crianças que se auto-agridem

Por que algumas crianças fazem danos a elas mesmas e como agir

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

A auto-lesão é quando alguém provoca em si mesmo uma lesão deliberada. Isso pode ocorrer de maneira regular ou permanente. De modo geral, um adulto ou uma criança que causam danos a si mesmos estão sofrendo muita dor emocional que pode ser difícil de suportar ou inclusive de entender. 

Algumas crianças usam a auto-lesão como uma saída emocional, onde tentam aliviar ou controlar uma dor ou confusão. A auto-lesão é, como frequência, um comportamento secreto que se realiza em solitário. 

Por que as crianças se auto-agridem

como-ajudar-crianças-que-se-auto-agridem A

As crianças podem se auto-lesionar para lidar com uma dor emocional, para tratar de lidar com sentimentos associados como algumas mudanças difíceis, como uma forma de se castigar, para tratar de escapar de pensamentos não desejados, para tentar recuperar o controle da sua vida, para serem aceitas por alguns amigos ou para se rebelar contra a autoridade.  

É muito importante obter a ajuda de um profissional quando uma criança se auto-lesiona de forma deliberada, mas ainda é mais importante levar uma vida mais sadia e feliz. Se você se sente culpada pode parecer que sinta medo e o seu filho não sentirá o apoio e o respaldo que necessita para poder superar o que o está afetando. 

O que uma criança que se auto-lesiona necessita aprender

É necessário que, através da aproximação se trabalhe com as crianças novas habilidades para direcionar suas emoções e pensamentos negativos. Também é possível construir sobre suas fortalezas, algo que terá que ser capaz de utilizar em todas as áreas da vida. Uma criança que se auto-lesiona terá que aprender a:

- Lidar com o estresse.

- Desenvolver habilidades para poder controlar os pensamentos autodestrutivos. 

- Aprender habilidades de relação positivas com os outros e consigo mesmas.

- Potencializar a comunicação assertiva, a resolução de conflitos, a assertividade, aprender a resistir à pressão do grupo e aprender a lidar com as relações complicadas com os demais. 

- Lidar com sentimentos dolorosos e contundentes.

- Substituir as auto-lesões com outras estratégias de enfrentamento mais positivas. 

As crianças que se auto-lesionam necessitam ser escutadas, apoiadas e compreendidas. Necessitam falar dos seus sentimentos e das mudanças que desejam para a sua vida para poder se encontrar melhor. Você deve ser a pessoa que a criança tenha mais confiança para poder falar de qualquer coisa.

O que você, como pai e mãe, precisam fazer 

Pode ser útil falar e buscar apoio de amigos e familiares porque podem ajudar a criar soluções criativas e reais aos problemas. Além disso, para muitas crianças fica mais fácil falar com outras pessoas externas ao núcleo familiar.

Além disso, como pai ou mãe, você pode ajudar o seu filho da seguinte forma: 

- Falando com um profissional que te oriente nas suas ações.

- Mantenha um diário de aprender a expressar seus sentimentos de uma forma positiva e ensinar seu filho a fazer o mesmo.

- Anime o seu filho a fazer exercício físico

- Inscreva o seu filho em atividades que ele goste para poder se expressar emocionalmente com a dança ou a música.

- Aprendam juntos técnicas de relaxamento e meditação.

María José Roldán

Psicopedagoga

Mestre em Educação Especial (Pedagogia Terapêutica)