O bom e o ruim da criança gaiata

Por que algumas crianças gostam tanto de fazer piadas

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

As crianças gaiatas não nascem assim, elas se tornam assim. De modo geral, uma criança sarrista tem grande senso de humor, é extrovertida e criativa e desfruta rindo e fazendo rir, qualidades muito atrativas sempre que saibam controlar.

Muitos pais podem pensar que o senso de humor é uma habilidade inata, que as crianças nascem com ela, mas na realidade é bem diferente. O senso de humor é uma atitude diante da vida que as crianças aprendem em função dos modelos que lhes ofereçamos e das oportunidades que brindamos a elas para aprender a rir de tudo o que acontece ao seu redor.

Como se desenvolve o senso de humor nas crianças

o-bom-e-o-ruim-da-criança-gaiata A

Será em função do nosso estilo educativo mais ou menos flexível, mais ou menos autoritário que nossos filhos terão maiores ou menores oportunidades de colocar em prática as piadas, os sarros e outras expressões humorísticas. 

Os pais devem ajudar aos filhos a desenvolver o seu senso de humor deixando que tirem o palhaço que têm dentro deles. É bom que eles possam rir, que tirem sarro, que façam piadas e palhaçadas, mas explicando-lhes sempre que devem fazê-lo de modo adequado e no momento e lugar oportunos.

É importante que as crianças tenham um bom senso de humor porque isso lhes ajudará a desenvolver diferentes aspectos linguísticos e cognitivos. Rir-se e fazer rir cumpre também uma importante função social que estreita laços afetivos entre as crianças, do mesmo modo que acontece com os adultos.  

Características positivas e negativas das crianças sarristas 

Ainda que seja certo que o senso de humor não seja inato, e que os estilos educativos influenciam em grande medida, diversas pesquisas também têm tentado demonstrar a estreita relação com determinados traços de personalidade, principalmente com a extroversão e a criatividade. 

De modo geral, as crianças gaiatas são crianças que sempre têm em mente uma piada, uma palhaçada. Elas riem de tudo e de todos. São crianças extrovertidas que têm facilidade de fazer amigos, gostam de atuar diante dos outros sem sentir a mínima vergonha. Facilmente se disfarçam e imitam os outros. Gostam de rir e fazer rir. São otimistas, despreocupadas e geralmente impulsivas.

Todas essas qualidades que a princípio possam parecer muito positivas, quando mal dirigidas podem se converter em um problema, já que a criança sarrista facilmente pode se transformar em uma criança descarada, grosseira ou impertinente. Sua impulsividade pode lhe levar a fazer piadas nos momentos menos oportunos, metendo-se em problemas não somente em casa, mas também na escola. Por ser uma criança que habitualmente chama a atenção com suas piadas acaba se convertendo no palhaço da classe, uma etiqueta normalmente negativa que pode chegar a pesar muito.

Por que as crianças fazem piadas

Neste sentido devemos saber também distinguir as diversas razões pelas quais a criança faz piadinhas, por exemplo:

- Para se divertir junto aos demais.

- Para chamar a atenção que nem sempre é positiva. 

- Por imitação do grupo ou família. 

- Para ser aceita pelo seu grupo

- Para se sentir superior aos outros.

- Para parecer mais velho.

Como podemos observar, muitas vezes as criança gaiata busca obter algum benefício, seja social ou emocional, com suas piadas, sarros ou palhaçadas. Devemos prestar especial atenção quando a criança sarrista só faz piadas para chamar a atenção dos adultos ou para tentar ganhar um lugar entre os seus companheiros. Este tipo de comportamento pode nos dar um alerta de outras carências como a necessidade de afeto e atenção familiar adequada ou falta de aceitação social. 

Sara Tarrés Corominas

Psicóloga infantil 

Orientadora infantil