Por que nenhuma criança aprende por igual

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Você nunca se perguntou alguma vez... Por que duas crianças com mesmo quociente intelectual e na mesma classe aprendem diferentemente? Por que não aprendemos por igual? Talvez porque o aprendizado dependa de muitos mais fatores que o simples fato de ter certa quantidade de massa cinzenta. Então, do que depende?  

7 fases pelas quais passa o cérebro das crianças quando aprendem

por-que-nenhuma-criança-aprende-por-igual A 

A aprendizagem é um processo complexo que inclui passar por 7 fases diferentes. Essas são as seguintes: 

1. Motivação. Há quem afirme com veemência que uma criança motivada é uma criança que aprende. Incentivar a curiosidade é um pilar fundamental, sem dúvida, no aprendizado, tanto em crianças como em adultos.  

2. Atenção. Muitas crianças têm problemas de atenção. São crianças que se distraem com facilidade ou simplesmente se aborrecem porque algo não lhes interessa. 

3. Fabricação do conhecimento. A criança decide que algo lhe interessa e realmente quer aprendê-lo. Aceita o desafio!  

4. Organização do aprendizado. O cérebro é como uma biblioteca onde os livros devem ter um lugar. Dessa forma, será mais fácil encontrá-los. Existem crianças que têm mais facilidade para organizar seus pensamentos e conhecimentos novos. Outras, no entanto, custam-lhes mais. Traçar um esquema pode ser uma excelente atividade para trabalhar esse ponto.  

5. Extrapolação. Vale a pena aprender isso? Sim!  

6. Memorização. A memorização pode ser trabalhada desde cedo. Existem jogos e atividades destinadas a isso. As poesias com rimas e as canções podem se um bom recurso. 

7. Avaliação. Vem a ser o ‘resumo’ que faz uma criança do aprendido. Nesse momento compreende a utilidade do que acaba de aprender. 

4 tipos de crianças segundo sua aprendizagem

Cada criança é um mundo. Cada um de nós passa por cada uma das fases de forma diferente. Muitas vezes nossa personalidade tem muito a ver. Crianças mais positivas com muita motivação pode ser que tenham problemas de atenção... Outras, talvez, lhes custem organizar seus pensamentos... De fato, os especialistas reconhecem quatro tipos de crianças segundo sua aprendizagem: 

- Ativas: São crianças criativas, com iniciativa, com muita motivação e que aprendem sem muito esforço. 

- Reflexivas: Crianças tranquilas que dedicam muito tempo a pensar. Encanta-lhes ler e questionar tudo. 

- Teóricas: Encanta-lhes buscar diferentes possibilidades a tudo, e contrastar diferentes opiniões. São muito disciplinadas. 

- Pragmáticas: Crianças práticas e diretas. Isso que eu estou aprendendo serve para algo? Para que? 

Estefanía Esteban

Redatora de GuiaInfantil.com