Jogar ou lançar o bebê ao ar pode ser mortal

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

É uma brincadeira muito comum entre pais e filhos: os pais lançam o bebê ao ar para deixar-lhe cair de novo em seus braços. Um jogo que diverte a muitas crianças, ainda que outras fiquem apavoradas. 

Muitos bebês e crianças se divertem com essa sensação de vazio no estômago e os adultos adoram escutar as risadas dos seus filhos. No entanto, talvez você nunca tenha alertado para o seguinte: essa simples e aparentemente inofensiva brincadeira pode ser muito perigosa, chegando inclusive a causar a morte da criança. 

O que pode acontecer ao lançar o bebê ao ar

jogar-ou-lançar-o-bebê-ao-ar A 

É possível que ao ler essa informação que eu esteja sendo alarmista, uma vez que o seu pai já o fez e você faz no seu filho e nunca tenha escutado o caso de uma criança que tenha morrido por ter sido jogada ao ar. Pois bem, os dados não foram inventados por mim, eles vêm de fontes médicas e existem associações que ajudam a informar sobre os riscos dessa prática, como o National Center on Shaken Baby Syndrome. 

Pode ser que a simples brincadeira de lançar a criança ao ar termine em tragédia, e não precisamente no chão, mas porque durante os primeiros meses de vida do bebê os músculos do pescoço da criança não são muito rígidos e ainda sequer fecharam as fontanelas. Portanto, poderia acontecer a mesma coisa com a Síndrome do bebê Sacudido

Quando os bebês recebem sacudidas violentas, como pode acontecer ao ser lançado ao ar, o frágil cérebro do bebê choque com as paredes do crânio e isso faz com que danifiquem os vasos sanguíneos e inclusive sangrem podendo se formar um coágulo dentro da cabeça, cujo prognóstico poderia ser a morte da criança. 

Lesões que o bebê pode sofrer ao ser lançado ao ar 

A morte se dá em casos graves, de sacudidas bruscas ou erros dos pais, no entanto, existem outros transtornos secundários que também podem acontecer:

- Perda auditiva.  

- Dano cerebral.

- Convulsões.

- Epilepsia.

- Cegueira.

- Transtornos de aprendizagem e da fala

- Lesões na medula espinhal. 

Alba Caraballo

Editora de GuiaInfantil.com