5 conselhos para evitar que a criança chupe os dedos

Dicas para que a criança deixe de chupar os dedos

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Para muitos pais quando o seu filho chupa os dedos isso simboliza um grande problema, já que desejam que ele se afaste desse comportamento que possa vir a se tornar um mau hábito. Algumas das razões das crianças chuparem os dedos de forma reiterada pode ser a sensação de fome, um hábito na hora de conciliar o sono, um ato reflexo desde o ventre materno ou inclusive uma maneira de se relaxar ou conseguir se acalmar. 

5 dicas para que a criança não chupe os dedos

5-conselhos-para-evitar-que-criança-chupe-dedos A

1. Trocar o estímulo para dormir: Muitas crianças unicamente chupam os dedos na hora de dormir, por isso para poder evitar esse comportamento é necessário mudar o estímulo ou introduzir elementos novos na hora de conciliar o sono. O fato de que muitas crianças consigam se relaxar para dormir chupando os dedos pode ser substituído por bichinhos de pelúcia, talvez uma luz tênue que os ajude a relaxar, ou inclusive músicas ou canções de ninar cantadas pelos pais. Dessa maneira, a criança relacionará o momento de dormir com uma situação em que não necessite usar a chupeta porque já encontrou seu relaxamento de outra maneira. 

2. Alternativas a estados de estresse: A mesma coisa acontece quando a criança tem o hábito de chupar os dedos na hora de dormir porque se encontra nervosa, estressada ou muito ativa. Neste momento, o que os pais devem fazer é dar segurança à criança com outros estímulos, ou seja, ensinando-lhe que pode pegar seu brinquedo favorito, talvez um bichinho de pelúcia, quando se encontrar nervosa, ou que pode se distrair cantando ou dançando. 

3. Distrações durante o dia: O tédio é outra das causas para que as crianças chupem o dedo. Simplesmente um momento de tempo livre é o que podem fazer de forma natural ao invés de levar os dedos à boca, por isso é necessário que os pais lhes ensinem como se distrair com outro tipo de atividades. 

4. Dar carinho e segurança: O fato de chupar os dedos para algumas crianças, nada mais é do que um hábito a mais, mas para outras é um processo de relaxamento para conseguir o que não conseguem de outra forma. Diante de situações de estresse ou de nervosismo as crianças podem levar os dedos à boca, assim o trabalho dos pais é fornecer muito carinho e dar-lhe uma situação de conforto e segurança para que não necessitem chupar os dedos

5. Reforços positivos: Para muitos pais, o fato de que uma criança leve os dedos à boca pode ser algo negativo, e assim o fazem saber em qualquer momento e ocasião. Para que a criança compreenda que é um hábito que tenha que deixar com o passar do tempo é recomendável fazer reforços positivos e celebrar cada pequena conquista, ou seja, toda vez que a criança não executar esse tipo de comportamento ela deve ser elogiada. Quando a criança compreende que vai por um bom caminho e se sente lisonjeada pelas felicitações dos seus pais, ela conseguirá se sentir bem consigo mesma, sua autoestima irá aumentar e não se sentirá humilhada. 

Marta Marciel

Redatora de GuiaInfantil.com