Cinco coisas que você deveria saber sobre a ansiedade infantil

Como saber o que é e como ajudar as crianças que têm ansiedade

Muitos transtornos que a gente pode chegar a sofrer na vida não são unicamente patrimônio das pessoas adultas. Por causas alheias à nossa vontade, as crianças também podem apresentá-los em algum instante da sua infância. Da mesma forma que o estresse ou inclusive a depressão, nossos filhos podem desenvolver ansiedade, um mal que deve ser conhecido em primeira mão para saber combatê-lo.

As causas da ansiedade infantil

cinco-coisas-que-você-deve-saber-ansiedade A

Que uma criança sofra de ansiedade não é algo isolado, já que pode ser comum se estiver submetida a diferentes episódios de estresse, tristeza ou de mudanças. Se nos colocarmos na pele de uma criança, a gente poderá se dar conta de que certas situações na vida de uma pessoa de pouca idade pode ser muito difícil, o que pode gerar a ansiedade.  

Muitas crianças têm ansiedade na escola por diferentes causas, seja porque não se sentem integradas, porque têm problemas de conhecimento em algumas matérias, por causa dos companheiros... Se o problema não for tratado, a criança poderá apresentar ansiedade. A mesma coisa acontece com a separação dos pais. Isso contribui para a insegurança da criança, e isso a uma intranquilidade que poderia gerar-lhe um estresse que termina em ansiedade.

Cinco coisas sobre os episódios de ansiedade em crianças

Para fazer frente à ansiedade das crianças, a melhor coisa é reconhecer a causa concreta que estão causando a intranquilidade que as tornam ansiosas.

- A ansiedade e o pânico: As crianças podem ter ansiedade por causa do pânico, algo que não acontece somente com os adultos, mas também com os pequenos quando estão de frente a uma situação que lhes dá um medo terrível. 

- A ansiedade e a solidão: Muitas crianças têm medo da solidão, e isso pode causar-lhes intranquilidade e tristeza, mas em outras faz com que se sintam uma grande ansiedade. Ajudar-lhes a lidar com o tempo em que estiverem sozinhas ou dar-lhes dicas para que compreendam que não vão ficar sem apoio ajudará as crianças a frear a ansiedade.

- A ansiedade e o transtorno obsessivo-compulsivo: Muitos adultos acabam tendo problemas obsessivo-compulsivos por algum assunto que os fazem repetir as coisas de uma forma constante.

- A ansiedade e a fobia social: Ter problemas na escola ou de adaptação a um grupo de amigos pode fazer que a criança em determinado momento sofra ansiedade e fobias sociais. Isso quer dizer que podem desenvolver medos e tensões diante de uma situação com mais pessoas que não é capaz de controlar. 

- A ansiedade devido a uma doença: Pode ser que as crianças tenham estado submetidas a algum processo de estresse em que tenham estado doentes, e isso tenha podido derivar na ansiedade por causa do medo de não mais ficarem saudáveis.

Marta Marciel

Redatora de GuiaInfantil.com

  • Transtorno Obsessivo-compulsivo em crianças
    Transtorno Obsessivo-compulsivo em crianças

    Transtorno Obsessivo-compulsivo em crianças. Como e por que acontecem as obsessões, manias e impulsos infantis. Obsessões são pensamentos, impulsos ou imagens mentais que a criança pode desenvolver involuntariamente (sem que possa evitar) e que podem produzir uma grande ansiedade.

    • Homeopatia para tratar o nervosismo das crianças
      Homeopatia para tratar o nervosismo das crianças

      Muitas vezes a gente se pergunta a respeito desses tratamentos alternativos para tratar as diferentes doenças dos pequenos. A ansiedade, o estresse e os nervos não são males somente dos adultos, mas muitas crianças também sofrem. A homeopatia é um tratamento alternativo.

    • Como as mudanças afetam as crianças

      As mudanças podem causar certa ansiedade diante do desconhecido tanto nos adultos como nas crianças. A diferença é que as crianças ainda não são capazes de avaliar ou pesar as situações que vão viver, por isso seus pais devem ajudá-las com tranquilidade.

0 comentários