Vamos cuidar do coração dos nossos filhos

Conselhos para cuidar e proteger o coração dos seus filhos

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

O coração é um dos órgãos mais importantes da vida. Cuidá-lo e protegê-lo desde a infância é fundamental para desfrutar de uma estupenda qualidade de vida. 

No dia 29 de setembro é celebrado o Dia Mundial do Coração. É um bom momento para fazer um alerta a todos os pais de família para controlar o peso das crianças através de uma alimentação saudável e incentivo de uma atividade física. O desenvolvimento de hábitos saudáveis é a chave para que as crianças tenham um coração sadio.

Mais exercícios para fortalecer o coração das crianças

Conselhos para cuidar do coraçao das crianças

Atualmente existem 155 milhões de crianças obesas e com excesso de peso no mundo e os pais podem desempenhar um papel crucial para reduzir os principais fatores de risco das doenças cardíacas e do acidente vascular cerebral na idade adulta.  

As doenças relacionadas com o coração podem ser prevenidas, em grande parte, se os principais fatores de risco cardiovascular forem reduzidos, como a pressão sanguínea alta, os altos níveis de colesterol e de glicose no sangue, evitar o cigarro ou a exposição da fumaça do cigarro. Além disso, o consumo inadequado de frutas e verduras, o excesso de peso e a obesidade, além da falta de uma atividade física

A atividade física é fundamental para uma boa saúde cardíaca. A mesma coisa acontece com uma dieta rica em frutas e verduras, e pobre em gorduras saturadas. A falta de uma atividade física pode favorecer o aparecimento da obesidade, diabetes e hipertensão. Nos últimos dez anos, o número de crianças com sobrepeso aumentou cinco vezes nos países desenvolvidos e quase quatro vezes nos países em desenvolvimento.

O incentivo do esporte e das atividades desportivas entre as crianças com a ajuda dos pais, dos centros escolares e da comunidade, além das campanhas de nutrição dirigidas a todos os membros da família para estruturar dietas equilibradas que incluam muitas frutas e verduras, cereais integrais, carnes magras, peixes e legumes, além de produtos com pouca gordura é o que está fazendo atualmente em favor da saúde do coração desde a infância. 

E não podemos deixar de atentar às estatísticas: os jovens obesos têm 80% mais possibilidade de ter excesso de peso quando adultos e, portanto, o risco de doenças cardíacas e o acidente vascular cerebral serão maiores. As crianças com excesso de peso apresentam um risco de três a cinco vezes maior de sofrer um infarto ou um acidente vascular cerebral antes de chegar aos 65 anos do que uma criança com peso normal. E ainda temos que acrescentar o risco imediato da aterosclerose e uma possibilidade maior do diabetes. 

Marisol Nuevo
Redatora de Guiainfantil.com