Alimentos e nutrientes essenciais para a gravidez

As vitaminas e minerais que não podem faltar na sua gravidez

Vilma Medina

Vilma Medina

Cada grupo de alimentos por si só é incapaz de proporcionar tudo o que o organismo necessita principalmente numa etapa tão delicada como é a gravidez. Por este motivo é essencial comer de tudo e escolher entre uma ampla variedade de alimentos para construir uma dieta saudável e equilibrada.

Para conseguir um bom equilíbrio nutricional, que proporcione ao bebê tudo o que ele necessita para o seu desenvolvimento, você deve incluir na sua dieta alimentos dos principais grupos, de maneira que os carboidratos impliquem em 35% das calorias ingeridas, as gorduras em 30% ou menos e as proteínas o outro 30% restante. 

Alimentos nutritivos para a gravidez

alimentos-e-nutrientes-essenciais-gravidez A 

Os três grupos de alimentos essenciais não podem faltar na sua alimentação diária porque são a base do seu equilíbrio nutricional. São os seguintes: 

Proteínas. São necessárias para a multiplicação celular, que o bebê em desenvolvimento vai necessitar e para a produção de sangue, cujo volume aumenta na corrente sanguínea materna. Encontram-se nas carnes magras, peixes, frango, claras de ovo, ervilha, feijão e soja. 

Carboidratos. Essenciais para a produção diária de energia. O pão, os cereais, o arroz, as batatas, massas, as frutas e os vegetais são boa fonte de carboidratos. 

Gorduras. Servem como armazenamento de energia corporal e para assegurar o bom funcionamento do sistema nervoso. São alimentos ricos em gorduras, a carne, os produtos lácteos como o leite integral, a manteiga ou a margarina, os frutos secos e os óleos vegetais. 

Nutrientes que não podem faltar na dieta da gestante 

Durante o primeiro trimestre, a necessidade de cálcio aumenta de 1.000 mg para 1.200 mg, o ácido fólico aumenta de 170 μg para 400 μg e de ferro, geralmente, não é possível suprir somente com a dieta, mas é necessário recorrer aos suplementos que o médico irá te prescrever a partir do segundo trimestre, já que as necessidades de ferro, cálcio e ácido fólico aumentam consideravelmente, em especial durante o último trimestre.  

Ácido fólico. Intervém na formação do sangue e previne os defeitos do tubo neural no embrião. Está presente nos vegetais de folhas verdes, frutas e vegetais de cor amarelo escuro, assim como nas ervilhas, feijões e frutos secos.

Vitamina B12. Mantém a boa saúde do sistema nervoso e é necessário para o desenvolvimento dos glóbulos vermelhos. Está presente em abundância na carne, frango, no peixe e leite. Os vegetarianos eu não consomem produtos lácteos necessitam de um suplemento adicional de Vitamina B12. 

Vitamina D. É a única vitamina que o corpo fabrica através da luz solar. É necessária para a mineralização dos ossos e dentes e ajuda a absorver o cálcio dos alimentos. Encontra-se em pequenas quantidades nos lácteos e nos cereais. 

Vitamina A. Potente antioxidante, que é necessário para manter os ossos fortes. Protege a saúde da visão e previne o envelhecimento precoce da pele. A abóbora, a cenoura e os vegetais de folhas verdes são ricos em Vitamina A. 

Vitamina C. É essencial para o desenvolvimento e a cicatrização dos tecidos e ajuda a absorver o ferro. Mantém dentes, gengivas e ossos saudáveis. Os cítricos, os brócolis, o kiwi e o tomate contêm essa vitamina.

Vitamina B6. Serve para utilizar de forma efetiva as proteínas, as gorduras e os carboidratos. Intervém no desenvolvimento dos glóbulos vermelhos. Encontra-se na carne de porco, cereais integrais e bananas

Ferro. Mineral necessário para a produção de glóbulos vermelhos. Absorve-se melhor o procedente dos alimentos de origem animal (carne), que dos alimentos de origem vegetal (espinafre, alho-poró e cereais). Em todo o caso, a combinação na mesma digestão com alimentos ricos em Vitamina C contribui para a sua absorção. 

Cálcio. Fundamental na gravidez porque se emprega no funcionamento nervoso, no tônus muscular e no desenvolvimento dos ossos e dentes. Os produtos lácteos são a principal fonte de cálcio, mas também se encontra nos peixes com espinhas como as sardinhas e anchovas, e no espinafre.

Marisol Nuevo

O ácido fólico e a gravidez

O ácido fólico e a gravidez

Por que temos que tomar ácido fólico na gravidez. A vitamina B9 ou ácido fólico tem um papel fundamental no processo de multiplicação celular, portanto, é muito necessária durante a gestação porque é essencial para a produção dos tecidos e para a formação dos órgãos do embrião e do feto.

O que comem e o que não comem as gestantes de acordo com a sua nacionalidade

O que comem e o que não comem as gestantes de acordo com a sua nacionalidade

Uma gravidez é uma gravidez, seja no Brasil ou em Tombuctú, não é verdade? Com certeza não. Parece que as autoridades médicas não estão de acordo a nível global em relação aos alimentos permitidos e aqueles que estão proibidos para toda gestante.

Importância da vitamina E para crianças e gestantes

Importância da vitamina E para crianças e gestantes

A vitamina E é essencial para a prevenção de algumas doenças e também para um crescimento saudável e a podemos encontrar em muitos alimentos que devemos incluir na alimentação infantil e na dieta durante a gravidez.

Omega 3, Ferro e Vitamina D na dieta infantil

Omega 3, Ferro e Vitamina D na dieta infantil

A saúde e o crescimento das crianças são uma das principais preocupações dos pais. Por isso, é vital conhecer quais são os nutrientes mais importantes na sua alimentação e como introduzi-los adequadamente na sua dieta.

Vitaminas e minerais essenciais na gravidez

Vitaminas e minerais essenciais na gravidez

A gravidez é uma etapa muito especial para a mulher em que terá de ter um especial cuidado com a sua saúde e alimentação. A dieta da gestante tem de ser sadia e rica em nutrientes para ajudar o desenvolvimento do bebê.

0 comentarios