5 dicas para pais com filhos que gostam de chamar a atenção

Como as crianças chamam a atenção e o que os pais podem fazer

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Entre todos os medos que as crianças desenvolvem ao longo do seu desenvolvimento aparece o receio que elas têm em serem abandonadas. Não suportam ser ignoradas. E é por isso que as crianças reclamam a atenção dos seus pais quando não estão recebendo a atenção suficiente. 

Quando a criança reclama nossa atenção, nem sempre nos fará de uma forma amável, já que quando o faz não seja de maneira adequada, ou seja, não se age corretamente uma vez que não é ensinada. Então ela acabará utilizando outras formas para se fazer notar para que seja atendida de ‘maneira especial’. 

Por que existem crianças que chamam a atenção pelo mau comportamento

5-dicas-para-pais-com-filhos-atenção A 

- Existem crianças que se comportarão mal buscando uma resposta dos seus pais, ainda que esta seja uma repreensão, porque assim os adultos deixarão tudo o que estiverem fazendo nesse momento para se concentrar nelas. 

- Outras vezes usarão estas chamadas de atenção ao descobrir que com um comportamento ‘negativo’ podem manipular ou chantagear seus pais. Dessa forma elas mesmas manipulam a sua família com expressões como ‘se eu me comporto bem, então... ’ ou ‘se não fizer isso eu me comportarei mal’. 

- Ainda que seja menos frequente, acontece algumas vezes que as crianças não apenas querem chamar a atenção, mas a querem toda e exclusiva. Sobretudo, quando tenha chegado outro membro da família

Como as crianças chamam a atenção 

Dentro desse tipo de comportamentos para chamar à atenção a gente encontra: 

- O choro. Com seus soluços o bebê expressa aquilo que não é capaz de dizer com palavras. É uma forma de linguagem. O fato de que isso resulte tão angustiante não é algo casual: a natureza no tem sido assim para despertar em quem ouve a necessidade de acudir. 

- Gritar e berrar. Existem crianças que só conseguem que lhe façam caso quando fazem travessuras ou o seu comportamento for inadequado. Muitas vezes, quando as crianças chamam aos seus pais de forma adequada e não são atendidas. Até que não gritem ou berrem os pais não prestarão a devida atenção.  

- As birras. As chamadas de atenção vinculadas a ações de rebeldia começam a cobrar a devida importância em torno dos 2 anos. Por exemplo, em uma criança que já esteja cansada. A criança tem dito várias vezes que quer ir para casa, que está cansada e sua petição feita de maneira adequada não está sendo atendida pelos pais. Finalmente, só levarão em conta quando a criança explode com birras ou protesta desproporcionalmente. 

- Os ciúmes e a rivalidade entre irmãos. A conduta inadequada aparece quando os pais estão concentrados em um dos irmãos (normalmente o menor) e se portando mal consegue desviar a atenção dos pais e voltar a ser o centro, ainda que seja para ganhar uma bronca. 

- Retrocesso no desenvolvimento. Nos seus primeiros anos, o pequeno sente muitas coisas que não é capaz de expressar com palavras. Por isso, às vezes pode manifestar seu descontentamento, mal estar ou incompreensão através de ações inadequadas. 

5 conselhos para frear as chamadas de atenção das crianças 

1. Os pais devem considerar se a criança é atendida de maneira adequada e se prestam suficiente atenção a ela. 

2. Prestar especial atenção quando a criança se comporta inadequadamente. 

3. Que os pais se interessem pelos assuntos dos seus filhos. Interessar-se pelo que estão fazendo, se envolver no que eles pedem e elogiar e parabenizar quando estiverem merecendo.    

4. Buscar um tempo para compartilhar brincadeiras e jogos com as crianças. 

5. Ignorar comportamentos inadequados, sempre que for possível fazê-lo, de maneira que não vejam que os pais as atendem muito mais quando agem de maneira adequada. 

Borja Quicios

Psicólogo educativo