Prevenção de acidentes com crianças de 3 a 5 anos

Como evitar que as crianças sofram algum acidente em casa e na rua

A independência que adquirem as crianças entre os 3 e os 5 anos de idade é boa mas também perigosa porque é justamente nesta etapa que as crianças podem sofrer acidentes como caidas.

É indispensável que os pais vigiem os filhos que tiverem estas idades e ao mesmo tempo adotem medidas de precauçao e de cuidados em casa para que as crianças possam ter mais segurança e se sentirem mais protegidas. Os acidentes mais frequentes que se produzem nesta idade são as intoxicações, as quedas, os afogamentos e os acidentes de trânsito.

Como prevenir acidentes com crianças

Como evitar acidentes em casa com as crianças

A primeira medida que deve ser tomada pelos pais é se transformarem em bons modelos e exemplos. Os meninos, especialmente até os seis anos são grandes imitadores de seus mestres favoritos: seus pais. Por isso, NUNCA façam ou digam algo que não querem que seu filho repita. Particularmente entre os três e cinco anos da criança, é muito importante que as pessoas que rodeiam ao pequeno estabeleçam regras consistentes e que comecem a explicar-lhes as razões dessas regras. É verdade que o pequeno não vai compreender tudo perfeitamente, é necessário fazer o esforço de explicar-lhe o porque das regras no vocabulário mais simples possível.

Nessa etapa, as crianças têm um grande domínio do seu corpo, e sentem que podem dominar também o mundo. Já podem provocar, assim como evitar situações. Podem discernir entre o que lhes agrada e o que não gostam, e é comum que muitos adultos creiam que os meninos são maiores do que na realidade são, e lhes dêem tarefas que não são capazes ainda de realizarem, como cuidarem de seus irmãozinhos ou deixá-los sós em alguns lugares. É aqui quando acontecem os acidentes.

As crianças intensificam sua curiosidade e, para maior preocupação dos pais e das pessoas responsáveis pelo seu cuidado, muitas vezes podem escapar com muita facilidade das medidas de segurança que foram tomadas. Por isso é importante que vigiem as crianças, porque ainda não sabem diferenciar muito bem entre as coisas que são perigosas e das que não são.

Educação vial para as crianças

Ser uns pais consistentes, também implica que, se por exemplo, estamos dizendo ao nosso filho que tem que esperar na esquina, até que o semáforo se ponha verde para cruzar a rua, e cruzarmos o semáforo no vermelho, “porque não vem ninguém”. Durante este período se requer uma grande paciência dos adultos. Não se cansem de repetir as regras, especialmente cada vez que o menino esteja a ponto de violá-las.

Os meninos ainda não têm reação instantânea diante do perigo e muitas vezes tomam decisões equivocadas. Por isso é necessário que os adultos tomemos as decisões que ponham riscos às suas vidas, e que tenhamos paciência até que eles possam compreendê-las. Para prevenir acidentes é recomendável que tenha em conta que as crianças até os sete ou oito anos não podem entender os sinais de trãnsito. Por isso é importante que lhes expliquem o que tenham que fazer. É imprescindível que respeitem as normas de trânsito e ensinem vosso filho que também as têm que respeitar.

Devido a altura das crianças, é difícil que um motorista possa visualizá-los à distância. Portanto, é fundamental que os pais se coloquem ao lado para proteger as crianças e o motorista veja que alguém está cruzando a rua.

  • Como prevenir quedas de grandes alturas com crianças
    Como prevenir quedas de grandes alturas com crianças

    As crianças, além de ter uma grande curiosidade por tudo o que a rodeia tem pouco senso de risco. Os adultos conhecem as consequências de certos atos, enquanto que as crianças, ainda em processo de aprendizagem, desconhecem o que acontecerá se cometerem ações como meter uma tesoura numa tomada, ingerir creme de um pote, manipular um barbeador manual ou se aproximar de uma janela.

    • Como proteger as crianças em caso de incêndio
      Como proteger as crianças em caso de incêndio

      Uma vela, um cigarro mal apagado, um curto-circuito... Existem muitas formas de originar um incêndio em casa. As chamas e a fumaça se propagam com rapidez e devemos saber o que fazer e como proteger os pequeninos. A gente apresenta uma série de conselhos para que você saiba como agir em caso de incêndio na sua casa.

1 comentários

  • b
    beatriz caroline

    11/04/2011 07:10

    os pais tem q prestar mais a atençao nos seus filhos para q naop aconteça acidentes graves como esses

    Avaliar
    Responder

Página: 1 de 1 (1 Artigos)