Especial

  • Desenhos de letras com carinhas para pintar
    Desenhos de letras com carinhas para ...
  • Desenhos de frutas para imprimir y colorir
    Desenhos de frutas para imprimir y co...
  • Desenhos de Aniversário de Criança para colorir e pintar
    Desenhos de Aniversário de Criança pa...
  • Desenhos de Mandalas para colorir com as crianças
    Desenhos de Mandalas para colorir com...

Síndrome de Asperger e as crianças

Perfil de uma criança com Asperger

A Síndrome de Asperger afeta de 3 a 7 crianças em cada mil diagnosticadas. É um transtorno profundo do desenvolvimento cerebral caracterizado por deficiências na interação social e coordenação motora, e pelos padrões não usuais e restritos de interesse e conduta. Este comportamento foi observado e descrito por Hans Asperger, um médico austríaco, cujo trabalho só foi traduzido para o resto do mundo nos anos oitenta.

Perfil de uma criança com Asperger

Síndrome do Asperger infantil

A criança que sofre de Asperger tem um aspecto externo normal, pode ser inteligente e não ter atraso na aquisição da fala. No entanto, apresenta problemas para se relacionar com os demais e em certas ocasiões apresentam comportamentos inadequados. A capacidade intelectual das crianças com Síndrome de Asperger é normal e sua linguagem normalmente só se vê alterada quando é utilizada para fins comunicativos. Podem fixar sua atenção num tema concreto, de maneira obsessiva muitas vezes, pelo que não é estranho que aprendam a ler sozinhos numa idade muito precoce, se essa for sua área de atenção.

Uma criança com esta Síndrome, se encontrará também afetada, de maneira variável, nas suas relações e habilidades sociais, e no comportamento com traços repetitivos e uma limitada gama de interesse. Tem uma compreensão muito ingênua de suas situações sociais, e não podem manipulá-las para seu próprio benefício.

A má adaptação que apresentam em contextos sociais, é fruto de um mal entendimento e da confusão que lhes cria a exigência das relações interpessoais. Apesar de suas dificuldades, as crianças que sofrem desse transtorno, são puras, possuem um grande coração, uma bondade sem limites, são fiéis, sinceras, e possuem valores sem fim que podemos descobrir somente olhando um pouquinho para o seu interior.

Considera-se que a Síndrome de Asperger afeta de 3 a 7 de cada 1000 crianças, entre os 7 e os 16 anos de idade. Os números não são exatos, mas se reconhece que é um transtorno que afeta mais frequentemente os meninos que as meninas.

As causas do Asperger

Existe um componente genético com um dos pais. Com certa frequência é o pai que apresenta um quadro completo de Síndrome de Asperger. Em ocasiões, existe uma clara história de autismo em parentes próximos. O quadro clínico que se apresenta, está influenciado por muitos fatores, incluindo o fator genético, mas na maioria dos casos não existe uma única causa identificável.

Links Relacionados

  • Sintomas da síndrome de Asperger
    Sintomas da síndrome de Asperger

    Um diagnóstico preciso e seguro do Asperger. Como sempre afirmamos, cada criança é um mundo e não se pode generalizar. Menos ainda nos casos de Asperger. Um diagnóstico preciso e seguro só poderá ser dado por um  médico especialista, assim como o devido tratamento.

    • Síndrome de Asperger e as crianças
      Síndrome de Asperger e as crianças

      A Síndrome de Asperger afeta de 3 a 7 crianças em cada mil diagnosticadas. É um transtorno profundo do desenvolvimento cerebral caracterizado por deficiências na interação social e coordenação motora, e pelos padrões não usuais e restritos de interesse e conduta.

Comentários

22 comentarios

Avatar

  • jamile
    jamile

    27/05/2013 04:36

    tenho um filho de 4 anos diagnosticado com a síndrome a 2 e faz terapias de fono, ele tem muita dificuldade de interagir e expressar suas vontades, mas o que mais me incomoda é uma aversão aos ambientes onde pessoas estão se alimentando. Ele tem um incomodo absurdo com alguém se alimentando ao seu lado ( almoço e jantar). O que fazer para que ele suporte pelo menos ficar próximo a este ambiente.Pois a alimentação nessas situações ainda é impossível.

    Avaliar
    Responder
  • MARCIO CARLOS FARIA
    MARCIO CARLOS FARIA

    19/04/2013 20:52

    Meu filho esta tomando quetiapina em xarope, gostaria de saber se este medicamento é usado para sindrome de asperger.

    Avaliar
    Responder
  • jesiel saouza
    jesiel saouza

    28/03/2013 12:20

    Bom dia tenho uma filha linda encantadora tambem com sindrome de asperge,gostei muito desta pagina e agora vou saber fazer mais pela minha e filha e ser o diferente que ela precisa voceis estao de parabens muito obrigado ..obs gostaria de saber mais sobre estas crianças pois e muito dificio pra nos pais abraço a todo e que Deus abençoe nossas crianças ..

    Avaliar
    Responder
  • carla lugarini
    carla lugarini

    15/03/2013 20:01

    Boa tarde eu tenho uma filha de 6 anos com diagnostico de ASPERGER. Eu venho levando a minha filha a diversos medicos e só agora consegui uma medica especializada em autismo que me deu esse diagnostico.

    Avaliar
    Responder
  • Louise Santos
    Louise Santos

    28/02/2013 14:23

    Minha filha tem 7 anos e está em tratamento com psiquiatra por apresentar sérios problemas. Já faz uso da Ritalina há 1 ano e qdo está sob o efeito do remédio consegue se concentrar em algo, caso contrário é um horror... Tudo o que leio sobre S.A. me remete à ela, mas a psiquiatra diz que "acha" que não. Quero saber se existe algum exame que possa diagnosticar como eletro encéfalo, tomografia, ou outro exame. Obrigada.

    Avaliar
    Responder
  • Julia
    Julia

    03/02/2013 19:07

    Tenho uma filha de 4 anos diagnosticada ha 1 ano com Asperger. Ela ainda não fala quase nada mas interage muito bem com o ambiente, faz muito contato olho a olho e tem uma personalidade doce e carinhosa. Meu marido tem asperger tambem, com uma inteligencia fora do normal mas com visiveis dificuldades de sociabilização fora de seus padrões (um Sheldon Cooper menos neurotico). Minha filha frequenta uma escola regular com programa de inclusão de crianças com necessidades especiais e faz fonoterapia e terapia ocupacional 3 vezes na semana. Houve grande melhora no ultimo ano. Sugiro as mães que recebem esse diagnostico que procurem um neuropediatra, um psiquiatra infantil para ter certeza da complexidade de cada caso pois o espectro autista e amplo (existem caso de graus de agressividade, uso de medicamentos proprios e cada um exige uma abordagem diferente dos profissionais que atendem ao paciente). Muita paciencia, carinho e dedicação com a abordagem certa fazem com que nossos pequenos possam ter a vida mais regular possivel. Podem me escrever se quiserem - [email protected]

    Avaliar
    Responder
  • Sabrina
    Sabrina

    26/10/2012 11:03

    Ieda sei que deve ser tarde, talvez você nem entre mais neste site, mas enfim, sou estudante de Psicologia, o que posso lhe indicar é procurar um psicoterapeuta infantil e que esteja habilitado para fazer testes psicológicos para um resultado mais garantido. Não menosprezando esta psicopedagoga, mas eles não estão aptos para realizar esse tipo de diagnóstico com precisão, pois não podem fazer os testes que um psicólogo está habilitado para fazer.
    Procure na sua cidade, com certeza você encontrará um PSICÓLOGO que lhe dará as respostas necessárias. E também fica a dica para outras pessoas que estão em duvida.
    Att

    Avaliar
    Responder
  • leda
    leda

    19/07/2012 15:33

    recentemente descobri que minha filha pode ter sindrome de as mas a pisicopedagoga fez um diagnóstico muito evasivo como posso saber se realmente minha filha tem esta sindrome se ela só não consegue escrever com letras cursivas e as professoras do 1 e 2 série não perseberão nem comentarão nada sobre isso? ela estuda numa escola estadual.Por favor me ajudem.

    Avaliar
    Responder
  • renata vitório da costa fuentes
    renata vitório da costa fuentes

    13/07/2012 05:07

    olá sou professora de educação infantil e tenho dois alunos porém um deles tem as carasterísticas da síndrome de aspege e o outro é autista pois não tem laudo médico mas os pais assumem a sua necessidade. Gostaria de sugestões para trabalhar com estas crianças ou textos educativos para eu estar fazendo um bom trabalho com estes alunos

    grata
    Renata Vitório da Costa

    Avaliar
    Responder
  • Denise
    Denise

    28/04/2012 18:46

    Estou chorando neste momento, pois após 3 anos acompanhando minha irmã e sua filha em busca de respostas, acabo de ler a discrição da minha sobrinha. Muito obrigada, agora me resta procurar um médio qualificado para fazer um diagnóstico sério.

    Avaliar
    Responder

Página: 1 de 3 (22 Artigos) 123››

Inscreva-se em nosso canal

Familyes TV
  • Desenhos Halloween

    Desenhos de Halloween

  • musicas infantis

    Música para crianças

  • Aprender a desenhar

    Aprendemos a desenhar

Desenhos de Halloween

  • Como desenhar a Abóbora de Halloween - desenhos de Halloween para crianças

    Como desenhar a Abóbora de Halloween - desenhos de Halloween para crianças

  • Como desenhar um Vampiro - desenhos de Halloween para crianças

    Como desenhar um Vampiro - desenhos de Halloween para crianças

  • Como desenhar um Fantasma -  desenhos de Halloween para crianças

    Como desenhar um Fantasma - desenhos de Halloween para crianças

  • Como desenhar uma Bruxa - desenhos de Halloween para crianças

    Como desenhar uma Bruxa - desenhos de Halloween para crianças

  • Como desenhar um esqueleto - desenhos de Halloween para crianças

    Como desenhar um esqueleto - desenhos de Halloween para crianças

  • Como desenhar um Morcego - desenhos de Halloween para crianças

    Como desenhar um Morcego - desenhos de Halloween para crianças

  • Como desenhar um Frankenstein - desenhos de Halloween para crianças

    Como desenhar um Frankenstein - desenhos de Halloween para crianças