A pirâmide da atividade física para as crianças

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Você acredita que é certo que as crianças tenham pouco tempo para uma atividade física? Alguns pais se queixam que seus filhos não fazem exercícios, não por falta de vontade, mas sim pela falta de tempo e se lamentam do paradoxo do sedentarismo. A obesidade infantil cresce assustadoramente em todo o mundo e isso nada tem a ver com condição financeira. No entanto, se as crianças passam 7 horas na escola, sentados, mais outras duas horas fazendo deveres e outras vendo televisão ou brincando com as crescentes tecnologias, que tempo elas têm para praticar um esporte? 

As crianças devem fazer uma hora de esporte por dia

Se fizermos as contas, as 7 horas de aulas na escola, somando-se 9 ou 10 horas de sono noturno, as duas horas de televisão, duas horas de deveres, as crianças passam mais de 20 horas num estado de inatividade física, isso sem incluir os horários das refeições e do deslocamento dentro de veículos com pouca movimentação. 

Está claro que a tendência atual, devido ao nosso estilo de vida, é nos movimentarmos cada vez menos, propiciando uma semente de cultivo ideal para o aparecimento da obesidade, do diabetes e da hipertensão. Essas doenças aparecem porque o corpo humano não está desenhado nem preparado para o sedentarismo. Pelo contrário, durante milhões de anos, nossos genes foram codificados para que o corpo humano obtenha benefícios com o movimento regular, da atividade diária. Sendo assim, a atividade física é imprescindível para o bom funcionamento do nosso organismo e da nossa saúde. 

Atividade física não é só praticar um esporte, ainda que o esporte implique numa atividade física. Existem atividades físicas como caminhar, correr, subir escadas, brincar no pátio de esconde-esconde, pega-pega, polícia e ladrão, pular corda. São excelentes atividades físicas e que podem somar ao exercício ativo da criança ao longo do dia. 

A Estratégia da NAOS (www.naos.aesan.msssi.gob.es) recomenda aos mais jovens a praticarem uma atividade física pelo menos uma hora por dia, sejam 60 minutos seguidos ou repartidos em várias vezes. 

A Pirâmide NAOS, é um material didático elaborado pela Agência Espanhola de Segurança Alimentar e Nutrição, em que graficamente e através de conselhos simples dão dicas sobre a frequência de consumo dos distintos tipos de alimentos que devem fazer parte de uma alimentação saudável e da prática de uma atividade física, combinando-as pela primeira vez num mesmo gráfico. Segundo a Pirâmide da Atividade Física das crianças, na base da pirâmide se encontra o que se denomina como ‘Estilo de vida ativa’, que compreende 30 minutos diários e atividades como andar de bicicleta, caminhar ou passear com o cachorro, subir escadas, brincar no parque, jogar bola ou brincadeiras de correr. 

Na metade da pirâmide temos os Esportes e as atividades de lazer, que devem ter uma hora diária de duração e serem praticados de 3 a 5 vezes por semana. O voleibol, a natação, polo aquático, o tênis, o futebol, o basquete, incluindo pular corda seriam algumas das atividades propostas que fazem parte dessas atividades físicas semanais. No cume da pirâmide encontramos a inatividade. A recomendação é que deve ser pouca, mas os pais e as crianças se encontram num paradoxo que o nosso estilo de vida social os impõem. 

Marisol Nuevo