Remédios naturais para a pele seca do bebê

O que fazer quando a criança tem a pele muito seca

Vilma Medina

Vilma Medina

Muitos bebês têm a pele seca. Mas, este problema tem solução. É necessário conhecer remédios naturais que ajudem para que a sua pele esteja melhor do que nunca.

Os fatores externos podem contribuir para que a pele da criança se resseque, assim como o fato de que o tempo do banho seja excessivo ou que os bebês estejam expostos a mudanças bruscas de temperatura. Mas, como solucioná-lo?

Fatores que contribuem para a pele seca do bebê

remédios-naturais-pele-seca-bebê A

Os bebês podem ter a pele seca por inúmeras razões: porque sua sensibilidade quanto a derme seja maior e que possam se ver afetados por agentes externos como o frio, o ar condicionado, ou mudanças bruscas de temperatura, quando se passa do calor ao frio ou vice-versa, por um excesso de exposição à luz do sol, ao cloro da piscina, à água do mar ou inclusive ao contato com a areia da praia... Todos esses fatores fazem com que a pele da criança possa estar mais seca do que o normal. Para solucioná-lo, nada melhor do que consultar remédios caseiros que acabam com a secura.

7 remédios naturais para a pele seca do bebê

1. O uso do umidificador: Quando a casa está excessivamente carregada de calor, a pele pode chegar a se secar, tanto a dos adultos como a pele das crianças. Por isso, tanto no inverno como no verão é necessário ter em mãos um umidificador de ambiente que mantenha a temperatura da casa constante e úmida.

2. O azeite de oliva: Um dos melhores remédios para a secura é o azeite de oliva. Este componente é rico em vitaminas K e E e tem antioxidantes que fazem com que a pele possa absorver estas propriedades e ficar menos seca. É recomendável utilizá-lo em pequenas doses numa massagem, o que fará com que a área afetada fique menos seca e impregnada. A gente pode aplicar com os dedos dando ao bebê uma massagem suave. 

3. Controle do tempo de banho e os sabões: Ainda que a higiene seja um dos fatores mais importantes para a saúde e a vida dos bebês, um excesso do tempo de banho poderia contribuir com que a sequidão aumentasse. Mais de 10 minutos poderia fazer com que as crianças tivessem a pele mais seca do que as vezes anteriores. Além dos minutos de banho, a temperatura da água é muito importante e sempre é recomendável fazê-lo com água morna, que não esteja excessivamente quente nem tão pouco muito fria. Além disso, neste ponto também temos que levar em conta que utilizar sabões que não tenham ph neutro também poderia ressecar a pele da criança, por isso é melhor utilizar aqueles que sejam mais naturais possíveis e nunca utilizar sabão todos os dias.

4. A utilização da aveia: A aveia contribui com propriedades que reduzem a irritabilidade da pele. O melhor é comprar a aveia natural que possamos encontrar em um supermercado e mesclá-la com água para amolecer. Isso pode formar uma massa que a gente possa usar uma máscara natural para terminar com o incômodo da sequidão.  

5. Infusão de hortelã: Um remédio caseiro que pode ajudar muito a pele do nosso bebê é a infusão de hortelã. Trata-se de uma planta medicinal que tem propriedades relaxantes e que é muito útil no caso de problemas de cólicas ou estomacais, e também ajuda com os problemas respiratórios. No caso da pele, também é muito efetiva porque ajuda com que a sensação de secura se acalme e a derme fique muito mais relaxada porque também é antiinflamatória e contribui para que a pele esteja em melhores condições.

6. Enxaguar bem a pele após o cloro e o sal: Nas farras de piscina ou praia, quando os bebês começam a ter contato com a água é bastante provável que fique na sua pele restos de sal marinho ou de cloro. Antes da ducha ou durante o dia é necessário que a gente elimine o sal da praia ou cloro da piscina.

7. Extrato de camomila: Além de ser um bom remédio caseiro para outros aspectos intestinais, porque protege o estômago, a camomila também pode ser benéfica para a pele do bebê. A camomila é uma planta medicinal com ação calmante, que, além de tuo é antiinflamatória e anti-séptica. Para utilizá-la contra a sequidão é necessário prepará-la com a ajuda de água e deixar que esfrie. Depois, é necessário que utilizemos um algodão fino e com ele podemos repassar nas áreas mais secas da pele da criança para que recuperem a sua elasticidade.

Se a secura da pele do bebê persiste apesar dos remédios caseiros e não tem nada a ver com fatores externos, o ambiente ou as mudanças de temperatura é necessário procurar um pediatra. Muitos bebês podem ter problemas na pele que impliquem em secura e que tenham a ver com dermatite, ou vermelhidão na área da fralda pelo seu uso ou inclusive eczemas.

Marta Marciel

Redatora de GuiaInfantil.com

Manchas de nascença nos bebês. Tudo o que você deve saber

Manchas de nascença nos bebês. Tudo o que você deve saber

As manchas que nascem com os bebês. A grande maioria das manchas de nascença não apresenta riscos para a saúde do seu bebê. No entanto, quando observar qualquer mancha no bebê, comunique ao pediatra. Quase 80% dos bebês nascem com alguma marca ou mancha na pele.

Pelos no corpo do recém-nascido

Pelos no corpo do recém-nascido

Pode não parecer normal, mas é. Os bebês nascem com pelo corporal. Em crianças loiras e de pele clara não se nota de forma tão evidente, mas nos recém-nascidos morenos, é surpreendente, sobretudo aos pais de primeira viagem.

Quando se pode cortar o cabelo de um bebê

Quando se pode cortar o cabelo de um bebê

Alguns bebês nascem com muito cabelo e outros nascem com muito pouca quantidade. A cor e quantidade de fios que o bebê tem ao nascer não são definitivas e durante os primeiros meses ele irá caindo e se transformando até que adquira mais consistência.

Marcas na pele do recém-nascido

Marcas na pele do recém-nascido

Os bebês nascem com a pele enrugadinha por causa do líquido amniótico, manchada de sangue e coberta por outros fluidos da mãe. Sua proteção natural é a cobertura de uma gordura branquinha pastosa denominada vérnix caseoso.

Os cuidados com a pele do bebê

Os cuidados com a pele do bebê

A pele do bebê tem algumas características especiais e para mantê-la sempre saudável é necessário alguns cuidados simples que os pais devem levar em conta. A pele do recém-nascido é de 40 a 60% mais fina que a de um adulto e, portanto, é mais permeável a muitas substâncias, que podem ser tóxicas.

0 comentarios