Como ajudar as crianças a superarem os complexos

Conselhos para educar as crianças com problemas de autoestima

As crianças quando têm um complexo quando ainda são pequenas é porque as outras crianças a apelidaram de algo e deixaram-nas complexadas por alguma coisa, porque por elas mesmas isso não aconteceria. Depende do meio em que se desenvolvem ou não, porque se cresce em um meio onde a aceitam e lhe apóiam seja qual for sua condição física ou psíquica, os complexos simplesmente deixariam de existir. Os complexos aparecem devido a falta de tolerância e respeito por parte da sociedade. 

Gordo, magro, narigão, orelhudo, quatro olhos, gorda, foca, girafa... são muitos os apelidos cruéis que as crianças colocam uma na outra, sempre destacando as características que ressaltam da ‘normalidade’. Essa característica física pode muito facilmente se converter em um complexo, em uma autoestima baixa. Algo que afetará a sua relação com os demais. 

4 conselhos para ajudar as crianças a superarem os complexos

como-ajudar-crianças-superarem-complexos A 

Este pensamento irracional parece difícil de superar, mas não é impossível. A primeira coisa que uma criança deverá fazer para superar isso é se sentir querida, aceita. Que no seu meio veja o ‘seu defeito’ (porque de defeito não tem nada realmente) como algo normal no seu meio mais próximo e assim ela poderá a se aceitar e a respeitar a si mesma. Abaixo, a gente lista alguns conselhos para ajudar o seu filho a superar o seu complexo: 

1. Não minimize o problema. Se você exagerar ou não dizer nada isso de nada vai servir. Por outro lado, se o seu filho vê e sente que você se preocupa pelos seus sentimentos, você o estará ajudando mais do que possa imaginar. Escute-o e pergunte a ele como ele se sente e o que é o que mais o preocupa. Empatizar com ele é muito importante e assim ele não se sentirá como o único que tem um complexo. 

2. Os amigos de verdade existem e a sua condição não vai importar a eles. Faça-o ver que sempre encontrará pessoas que serão seus amigos de verdade e que não darão importância à sua condição física porque querem muito bem a ele de verdade. Explique ao seu filho que o menino bonito da escola pode parecer que tenha mais amigos, mas realmente são amigos de verdade? É melhor ter poucos amigos e que sejam os melhores, do que ter muitos e que não sejam reais.  

3. Converta o defeito em uma virtude. Fale com o seu filho sobre o lado positivo de ser diferente. Por exemplo, se fazem piadas com ele porque é muito alto, faça-o ver que ele poderá alcançar lugares que os mais baixinhos não alcançariam e que ele pode desenvolver esportes como o vôlei e basquete com mais facilidade e que a altura contribui para isso. 

4. E, sobretudo, é fundamental que você ensine ao seu filho a respeitar a si mesmo e aos demais, e para isso você terá que valorizá-lo e não ressaltar seus defeitos debaixo de nenhum conceito. Seu filho deve se sentir querido e apreciado pela família. 

María José Roldán

Psicopedagoga

Mestre em Educação Especial (Pedagogia Terapêutica) 

  • Pais e professores para melhorar o rendimento escolar da criança
    Pais e professores para melhorar o rendimento escolar da criança

    O âmbito em que as crianças com transtornos de aprendizagem podem ter mais dificuldades é o escolar, já que é quando se percebem mais as suas complicações ao ler, escrever ou calcular. Muitas crianças se frustam quando não conseguem acompanhar seus amigos.

    • Os melhores elogios para as crianças
      Os melhores elogios para as crianças

      Uma criança que é elogiada da forma adequada se sentirá valorizada e aceita pelos seus pais e o melhor é que vai sentir que pode conseguir tudo o que se propuser.

0 comentários