O que fazer para que o bebê tenha sonos felizes

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Durante o primeiro ano de vida de um bebê tudo pode alterar o seu sono. O bebê pode apresentar dificuldades para dormir quando tem mucos, quando sai o primeiro dentinho, quando começa ir para a creche, ou quando começa a engatinhar. É uma etapa em que as mudanças que experimentam podem alterar seu sono uma ou outra noite, e consequentemente noites sem dormir para os pais

O sono do bebê

o-que-fazer-para-bebê-ter-sonhos-felizes A 

No primeiro ano é muito normal que essas mudanças existam e alterem o sono do bebê. Não há muito que fazer. Acredito que a única coisa que está em nossas mãos é tratar de consolar e atendê-lo quando estiver ruinzinho, e ajudá-lo a conciliar o sono com uma canção, uma massagem, um banho relaxante e muito carinho. Mas, o que acontece se depois que o bebê começa a caminhar e ainda continua sem ‘pregar o olho’ toda a noite? Sinto muito, mas não existem fórmulas mágicas para conseguir que um bebê adormeça. Como sempre digo, e repito cada bebê é único, e o que é bom para um pode não ser bom para outro. 

Eu já ouvi de tudo para fazer um bebê dormir. As técnicas que alguns pais usam às vezes funcionam e outras não. Existe de tudo, desde pais que levam o seu bebê para passear de carro à noite e dão voltas e mais voltas até que o bebê adormeça. Existem aqueles pais que descem o bebê com o carrinho dentro do condomínio e ficam dando voltas até que o bebê durma. Outros pais optam em manter os bebês nos seus braços, balançando-o enquanto cantam uma cantiga de ninar, e logo o colocam no berço; enquanto outros ainda preferem, por comodidade, levar o bebê para dormir na sua cama. Se os pais notarem que o bebê não dorme porque tem algum medo e não querem que o bebê se acostume a dormir na sua cama, os pais preferem levar o berço ou o colchão do bebê para o seu quarto. 

Quando um bebê não dorme bem, ele altera a vida de toda a família. Por isso, não é de se estranhar que os pais inventem de tudo para fazê-lo dormir. Já ouvi falar de pais que ‘cansam’ os bebês até que durma. Ou seja, na última hora da tarde, caminham com o seu bebê, brincam de pular, dançar, contanto que o seu bebê se movimente bastante e caia rendido de sono. Outros acreditam que o melhor é deixá-lo mais relaxado. O colocam diante da televisão e ali ficam até fecharem os olhinhos. Quando o bebê já tem 2 anos, outra idéia é trocar o berço pela cama. Alguns pais aproveitam essa mudança para convencer ao filho que ele já dormirá em um quarto para ‘maiores’ e que, portanto, deve dormir sozinho. Muitas vezes isso funciona. 

E, quando nada disso soluciona o problema, existe pais que recorrem à homeopatia e às infusões para fazer o bebê relaxar. Neste caso, acredito que deveriam consultar antes ao médico do pequeno. Quanto às técnicas, não sugiro adotá-las, mas acho interessante a gente compartilhar cada uma delas. Se você tiver alguma outra idéia pode nos contar. 

Vilma Medina

Diretora de GuiaInfantil.com