Os bebês devem dormir com ou sem luz?

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Não se sabe por que, mas a maioria dos pais pressupõe que os bebês têm medo do escuro desde que nascem. Por isso é tão comum que muitas famílias deixem a luz do corredor acesa ou coloquem algum dispositivo na tomada para que ofereça uma luz tênue no quarto do bebê. O costume de manter uma luz no quarto do bebê é um hábito desnecessário e prejudicial às vezes, segundo especialistas. 

A luz no quarto do bebê

O bebê deve dormir com ou sem luz?

Não podemos esquecer de que o bebê, desde o momento em que nasce se acostuma com tudo o que lhe ensinamos. Ele se habituará a ver luz cada vez que despertar e se alguma vez não perceber, ele chorará protestando e chamando a atenção dos seus pais, com certeza. Os bebês devem dormir à noite num ambiente silencioso e escuro, sem nada de luz, desde o início. 

No caso em que o bebê acorde à noite com fome ou com sede, o melhor é que não acenda as luzes. Você pode, para se orientar, acender uma lâmpada que esteja perto do seu quarto, mas jamais a luz do quarto do bebê, nem sequer uma pequena lâmpada. Deve-se manter o quarto escuro e tranquilo. Deve-se alimentar o bebê o mais breve e discretamente possível, sem entretê-lo. Quando o bebê já tenha se alimentado, arrotado e se acalmado, você deve devolvê-lo à sua cama e seguir com a rotina. O bebê vai se acostumar com isso e fará parte da sua rotina, não se preocupe. Além disso, ele aprenderá a dormir por sua própria conta. 

Com a escuridão o organismo segrega melatonina, um hormônio que ajuda a regular o ritmo do sono. Quanto maior a luminosidade no quarto, menor é a produção de melatonina e maior a possibilidade de que o pequeno tenha problemas de sono, e consequentemente de visão, dentre outros. 

Vilma Medina
Diretora de Guiainfantil