Como estender a mão aos nossos filhos

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Os reflexos inatos são o seguro de sobrevivência para os recém-nascidos. Do ponto de vista corporal, sem dúvida, o reflexo de sucção é o grande protagonista, já que lhe garante o alimento, mas e do ponto de vista afetivo?. Para se assegurar da proteção dos seus pais, o bebê dispõe do reflexo inato de segurar com as mãos (inclusive com os pés). Quando a criança agarra nossas mãos com aqueles frágeis dedinhos é uma resposta à sua necessidade em obter segurança e afeto

Como estimular o vínculo materno

como-estender-a-mão-aos-nossos-filhos A

O reflexo inato, me fez refletir sobre o atual e surpreendente caso de Sabrina, uma criança haitiana que foi resgatada após um terremoto e que segurava com a sua mãozinha o dedo de alguém que havia dado a mão a ela para que não se sentisse sozinha, antes de ficar presa nos escombros. Este gesto na vida da pequena nos lembra claramente como é importante o contato com as mãos para expressar amor e dar segurança. 

O bebê, quando está aprendendo a andar tem muito medo de andar sozinho com medo de cair, e resiste no início em dar um passinho sem se separar da cadeira, do carrinho ou da parede que o apóiam. Ele se aventura quando um adulto estende a mão para ele. Daí por diante eles começam a andar com tal segurança que beira a imprudência: a gente assiste ele descer as escadas e descer calçadas com muita desenvoltura. Sentir-se seguros com uma mão forte lhes confere confiança total para enfrentar o que são incapazes de fazer. Também tem sido comprovado cientificamente que as pessoas que atravessam doenças dolorosas se sentem fisicamente aliviadas quando uma pessoa a quem amam (um dos pais, marido ou esposa) lhes dá a mão.

A conhecida imagem de uma mulher durante o parto que agarra na mão do seu marido e a aperta com força enquanto empurra o bebê para fora, já é um clássico e uma grande ajuda para a mulher durante o parto. Da mesma forma, dar as mãos é uma das melhores demonstrações de amor dos enamorados. A mão aberta é símbolo de ajuda, proximidade e oferecimento. É como se a porta do nosso coração estivesse localizada na palma das mãos. Ao pegar a mão dos nossos filhos (ou companheiros/as) a gente está transmitindo segurança e carinho. Só existem dois gestos tão significativos como este: o abraço e o beijo. Vamos estender as nossas mãos aos nossos filhos e aos nossos semelhantes. 

Patro Gabaldón

Redatora de Guiainantil.com