7 conselhos de segurança para os jogos de realidade aumentada com as crianças

Como jogar sem riscos o Pokémon Go e outro jogos de realidade aumentada com nossos filhos

Vilma Medina

Vilma Medina

Os jogos de realidade aumentada se apresentam diante de crianças e adultos como um novo mundo de aventuras. Mediante o computador ou smartphone, vida real e virtual se entrelaça de forma atraente. 

Muitas crianças querem aprender a jogar esse tipo de jogo, mas antes elas devem ter muito claras uma série de normas básicas para manter sua segurança e evitar acidentes. Com frequência, a emoção diante desse tipo de jogos leva as crianças (e os adultos) a se distrair e a acreditar que tudo o que lhe rodeira é virtual. 

7 normas básicas para jogar com as crianças com jogos de realidade aumentada

7-conselhos-de-segurança-jogos-pokémon A 

Aqui você tem uma série de recomendações básicas para jogar esse tipo de jogos (como Pokémon Go) sem problemas: 

1. Baixe o jogo em lojas digitais oficiais e comprove que seja a versão do fabricante. Do contrário, você poderia estar introduzindo vírus ao seu computador muito perigosos. 

2. Ainda que seja uma aplicação gratuita (como, por exemplo, o jogo de Pokémon Go), você deve se lembrar que pode incluir pagamentos extras (pequenos, mas podem ser significantes) para utilizar complementos do jogo. Controle os gastos adicionais para evitar susto na conta, e mais cuidado ainda se a sua tarifa de dados não for plana. 

3. Ainda que o jogo seja virtual, você está jogando no mundo real. Assim que devemos atentar não somente ao que acontece na tela, mas no que acontece ao seu redor: se existe faixa de pedestre, semáforos, veículos, mobiliário urbano. Se não atentar a tudo isso você poderia sofrer ou provocar um acidente. 

4. Você está proibido de utilizar esses jogos enquanto estiver dirigindo ou andando de bicicleta

5. Caso encontre um atraente personagem do jogo e deseja pegá-lo, não se deixe guiar pelo impulso e pela emoção. Sua segurança deve vir em primeiro lugar. Não invada a rua, respeite os sinais de trânsito, atento ao terreno em que estiver pisando, não entre em propriedades privadas e respeite as normas dos edifícios públicos.

6. Para jogar é imprescindível manter ativado o GPS do celular. Cuidado: isso pode ser utilizado pelos delinquentes para saber quando você estiver fora de casa ou onde você se encontra precisamente. 

7. Explique aos seus filhos todas essas normas e evite possíveis vícios ao jogo

Fonte: Polícia Nacional da Espanha

Estefanía Esteban

Redatora de GuiaInfantil.com

Pais viciados nas novas tecnologias

Pais viciados nas novas tecnologias

Existe algo que nunca poderemos devolver aos filhos: o tempo que perdemos enquanto nossos filhos cresciam. Seus sorrisos, suas brincadeiras, suas frases ingênuas. O vício dos pais às novas tecnologias pode gerar uma família sem diálogo.

Lesões em crianças derivadas do uso de smartphones e tablets

Lesões em crianças derivadas do uso de smartphones e tablets

Você sabe por que as crianças que passam muito tempo com os tablets e smartphones estão desenvolvendo problemas musculares nas mãos e nos dedos? Usar telas sensíveis ao toque não ajuda a trabalhar os músculos necessários para a escrita.

Sinais que o seu filho está viciado em tecnologia

Sinais que o seu filho está viciado em tecnologia

Crianças com vícios pelas novas tecnologias têm como consequências o baixo rendimento escolar, falta de interação com outras crianças e necessidade exagerada de registrar todas as suas atividades nas redes sociais, um perigo para as crianças.

Seu vício pelo celular faz com que o seu filho se sinta ignorado

Seu vício pelo celular faz com que o seu filho se sinta ignorado

O telefone toca. É uma mensagem do grupo de mães da escola. Evidentemente você atende e responde. Você tem 15 mensagens sem ler. Também acaba fazendo aquela chamada pendente. E, é claro, não vai deixar de dar aquela olhadinha no Facebook. Seu vício pelo celular tem afetado sua relação com o seu filho.

Como o uso de smartphones e tablets afeta a saúde visual das crianças

Como o uso de smartphones e tablets afeta a saúde visual das crianças

Os smartphones, os tablets, os computadores, os videogames fazem parte cada vez em idades mais precoces no dia a dia das crianças. Na realidade é um fato comprovado o seu benefício como ferramenta para estimular seu desenvolvimento cognitivo e motriz, mas o uso excessivo desses dispositivos tecnológicos pode prejudicar gravemente a saúde visual dos nossos filhos.

0 comentarios