A merenda das crianças

A merenda é uma necessidade diária das crianças que não se pode pular

Da mesma forma que o almoço e a janta, a merenda é uma necessidade diária que não se pode pular nem ignorar. Quando seu filho sai do colégio, depois de um largo período de atividades escolares, a primeira coisa que deve fazer é merendar.

Ao fazer essa parada, seu filho se sentirá mais relaxado, e ao alimentar-se bem estará recuperando as energias que tanto necessita para continuar dando saltos por aí.

A melhor e a pior merenda para as crianças 

A merenda das crianças

Segundo a maioria dos nutricionistas, a merenda deve cobrir, aproximadamente, 15 por cento do conteúdo nutricional cotidiano, enquanto o café da manhã, 20 por cento, o almoço 40 por cento e janta os 25 por cento restantes.

Uma boa merenda para as crianças

Basicamente, uma boa merenda deve incluir:

- cereais, ou seja, pão, bolachas, etc., isso dará à criança a energia necessária para o bom funcionamento de seus músculos e seu cérebro;

- productos lácteos, como um copo de leite (com ou sem chocolate em pó), um iogurte natural ou de frutas, um pedaço de queijo, etc., porque são ricos em cálcio e em proteínas favoráveis ao seu crescimento;

- um pedaço de fruta ou suco natural de frutas, pelo alto conteúdo de fibras e de vitamina C;

- e água, para saciar a sede.

É importante, para que seu filho se mantenha interessado na merenda, que esta refeição também tenha algumas variações bem como renovações. Pode-se crian um sanduíche com diferentes recheios, introduzir algumas frutas secas, e inclusive permitir que seu filho coma, em alguma ocasião, um agradinho recém saído da pastelaria, desde que isso não se converta num hábito.

Uma merenda ruim para as crianças

Por causa da pressa, ou por outro motivo qualquer, muitos pais não se preocupam com a qualidade dos alimentos que oferecem aos seus filhos na merenda. A merenda, se está bem equilibrada, não tem porque provocar obesidade no seu filho. O que  pode alterar o estado de saúde das crianças são os erros que cometem alguns pais na hora de escolher o que o filho vai comer.

A merenda deve ser preparada com o mesmo carinho que o resto das refeições. O que NÃO se deve fazer:

- Oferecer à criança somente um pacote de bolachas.

- Permitir a criança encha seu estômago com batatas fritas, amendoins, doces, etc.

- Pensar que com apenas um bolo a criança estará alimentada.

- Substituir os sucos de frutas pelas bebidas gasosas (refrigerantes, etc.).

- Permitir que a criança merende vendo a televisão ou em frente ao computador. Isso a distrairá e criará um mau hábito.

  • Riscos de uma dieta vegetariana para as crianças
    Riscos de uma dieta vegetariana para as crianças

    Todas as dietas devem ter a orientação de um nutricionista. A Associação Médica Britânica defende que uma dieta vegetariana pode proporcionar todos os nutrientes necessários para o crescimento infantil. Reconhece que os primeiros passos de uma criança com vegetariana não são difíceis.

    • Problemas na alimentação infantil. A criança não quer comer
      Problemas na alimentação infantil. A criança não quer comer

      Quando a criança não come. Em muitas ocasiões, os pais, com um grande desejo de que a criança esteja bem nutrida, fazem da hora de comer o momento de mais tensão na casa, com angústia, ansiedades e reprovações às condutas da criança em relação ao alimento. As crianças têm sabedoria natural diante de suas necessidades fisiológicas.

0 comentários