Por que é importante o teste de Apgar

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Uma das grandes expectativas que as mães têm durante a gravidez e o parto é se o seu bebê se encontra bem de saúde, e para comprová-lo logo ao nascer se efetua o teste de Apgar ao recém-nascido

Às vezes, a preocupação é tão grande que as mães chegam a ignorar e a se esquecer dos incômodos do parto. Quando o bebê nasce elas o olham com olhos de ‘gigante’ e se fixam nos olhares cúmplices entre o médico e as enfermeiras enquanto praticam o teste de Apgar no seu bebê. 

A pontuação do bebê no teste de Apgar

por-que-é-importante-o-teste-apgar A

O teste de Apgar é um exame determinante depois do nascimento do bebê, porque através dele é possível conhecer o estado de saúde do pequeno. Através desse teste se avalia a frequência cardíaca, o esforço respiratório, o tônus muscular, reflexos, e a cor da pele do bebê, e para cada aspecto a equipe dará uma pontuação de 0 a 2. Se um bebê tem os cinco parâmetros normais ele conseguirá a nota 10, o que se traduz que o pequeno goza de boa saúde. Um Apgar entre 7 e 9 é aceitável. Uma avaliação entre 5 e 7 pode indicar que o bebê tenha necessidade de aparelhos para respirar e o medico massageie o bebê e dê a ele um pouco de oxigênio. Uma avaliação abaixo de 5 indica que o bebê tenha necessidade de auxílio médico especial. 

Passados alguns minutos, os médicos voltam a repetir o teste. Se no segundo teste o bebê alcança a pontuação, significa que, apesar de ter nascido mal, o bebê se reanimou e não vá sofrer consequências. Mas, se do contrário, o bebê continua com uma pontuação baixa pode significar que lhe faltou oxigênio de forma tão severa que tem risco de apresentar sequelas neurológicas. 

Através do teste de Apgar se observa: 

1. A frequência cardíaca do bebê, colocando dois dedos sobre o cordão umbilical que continua pulsando ou auscultando o seu coração. Se tiver mais de 100 batidas por minuto, a pontuação é 2; se tiver menos de 80 ou 100 por minuto, o índice é 1; se não tem frequência cardíaca seu valor é 0. 

2. O esforço respiratório do bebê é feito observando intensamente os movimentos do seu tórax ao inalar e exalar. Se for normal a pontuação será 2; se for fraco se qualifica com 1; se for estiver em parada respiratória, um 0. 

3. O tônus muscular do bebê é medido observando a pressão e o vigor dos seus músculos. Se ele flexiona e se defende diante de um estímulo tátil receberá um 2; se apresenta debilidade e flacidez, 1; Se não existir tônus, 0. 

4. Os reflexos do bebê são avaliados medindo a resposta que o bebê dá mediante a sucção das secreções que existe no seu nariz e boca. Se o bebê se defende, tira ou vira o rosto e fecha a boca, ele obterá um 2; se ele faz gestos e se move de forma fraca, 1; e se não se defende de nenhuma maneira, um 0. 

5. A cor do bebê, dos seus lábios e extremidades. Se estiverem de cor rosada, um 2; se só os pés e as mãos estão azuis, 1; e se a boca e as extremidades são de cor azulada, 0. Os resultados do teste de Apgar são informados aos pais logo em seguida. 

Vilma Medina

Diretora de GuiaInfantil.com