Por que as crianças não devem se sentar em W

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Muitas crianças se sentam no chão com uma postura muito peculiar que só eles são capazes de fazer sem se machucar. É a postura em W. Chama-se assim porque se a gente enxergar de cima, suas pernas adotam uma posição similar a essa letra: apóiam a parte interna com os joelhos no chão, os quadris no limite da rotação interna, enquanto os tornozelos estão na rotação externa.

A postura em W com que a criança se senta no chão

Postura das crianças. Posiçao das pernas em W 

Essa posição parece que foi feita para romper os quadris e os tornozelos, mas, no entanto, as crianças não podem estar mais cômodas. Elas sentem estabilidade na hora de brincar no chão. Mas, se você vir o seu filho nessa postura convém que o corrija.

Cada vez que vejo meus filhos no chão sentados dessa forma me dá um calafrio. Não entendo como podem girar tanto a rótula do tornozelo e não sentir dor. Parecem que vão partir, mas eles estão tranquilos e, sobretudo muito cômodos. Até pouco tempo eu os deixava brincar nessa posição, mas desde que entendi a repercussão da posição em W eu os corrijo. Por quê? Estas são as razões: 

- Os tornozelos e os joelhos têm uma rotação excessiva, o que implica que podem sofrer contraturas nos músculos dessas articulações. Pode ser que no momento eles nem notem, mas podem sofrer dores mais adiante, incluindo a dor lombar. 

- Certos estudos revelam que crianças que adquirem excessivamente essa posição, elas têm uma maior predisposição a ter pés planos

- Os quadris estão girados para dentro e a parte interna das pernas sofrem muita pressão. Podem sofrer contraturas na pélvis e nos quadris. 

- Podem sofrer problemas de equilíbrio, já que afeta o aparelho motor. 

- Afeta o desenvolvimento da musculatura abdominal e das costas, o que é fundamental para ter uma boa postura na infância e boa movimentação. 

- Enfraquecem os músculos abdutores, rotadores externos e extensores dos quadris, por isso uma permanência em excesso pode levar a criança a caminhar com os pés para dentro. 

Para evitar todos esses transtornos, a única coisa a fazer é corrigir a postura e indicar que as crianças se sentem: ou com as pernas cruzadas (a clássica posição de índio), com as pernas estiradas ou de lado. Convém, além disso, que a gente recomende que a criança mude de posição de vez em quando e se levantar e se movimentar entre uma brincadeira e outra. 

Alba Caraballo
Editora de GuiaInfantil.com